DITADURA VENEZUELANA E O SILÊNCIO DA ESQUERDA - RAFAEL BRASIL

 


Já dizia Roberto Campos, as piores ditaduras foram e são de esquerda, isso hoje só um analfabeto não sabe. Quando vejo esquerdista chorar pela nossa finada ditadura que acabou há 40 anos, com 425 vítimas enquanto o terrorismo de esquerda matou 180, e os vejo não só silenciar, mas enaltecer os piores tiranos da História só não dá vontade de vomitar porque tudo segue a lógica do movimento comunista, o poder total para a revolução e o partido, e quem dissidir é excluído fisicamente falando.

O caso da Venezuela é paradigmático, afinal o PT ajudou a construir esta ditadura, que era enaltecida pelos esquerdistas nacionais e internacionais, como a chamada revolução bolivariana. Nunca deram um pio sobre a ditadura venezuelana, assim como a cubana. E no caso da Venezuela, a fome, a repressão brutal com torturas contumazres de um regime que se escora eminentemente na força. E com o apoio da China e seus aliados, afinal a China quer controlar o que chamávamos de terceiro mundo seguindo seus próprios interesses, basicamente alimentares.

O silêncio é da mídia trambém, e claro, dos setores mais intelectualizados da sociedade, as chamadas classes falantes, segundo as quais ditadura de esquerda é ditadura do bem como se isso existisse. Mas para essa gente democracia sempre foi uma razão instrumental, ou seja, um instrumento para se chegar à ditadura proletária, ou o que quiserem falar disso, a velha promessa do paraíso na terra dos comunistas desde seus tristes primórdios na primeira metade do século XIX, o século iluminista.

Por falar em ditadura é difícil também a situação argentina. O país está estagnado há tempos, e teve uma guinada à esquerda, e das mais fulêiras. A economia patina, e as empresas fogem do país, piorando tudo, o desemprego e a fome. A sociedade tenta reagir, e teve até um sério confronto da polícia com o presidente, com o cercamento de sua casa. Mas a situação ferve e claro, a história não se repete. Vamos aguardar os acontecimentos.

Tudo isso mostra a hipocrisia da esquerda, mas isso é programático. Tá lá nos livros de Lênin, Trotski, Gramsci, e tutti quanti, pra quem quiser ver e saber. Mentir é um mantra esquedista, afinal alguém já viu um esquerdista protestar contra a ditadura comunista na China? Nem pensar, eles querem mesmo é ser agentes do imperialismo chinês, simplesmente para roubar. Roubar em nome da revolução progressista soa até bonito, não? Mas o diabo quando quer se apresenta feio?


Nenhum comentário:

Postar um comentário