O processo do bispo - Rafael Brasil

Após denúncias de politização da Igreja, católicos publicam carta ...


O bispo de Garanhuns, o tal de Dom Paulo Jackson Nóbrega de Souza, vai me processar por calúnia e difamação, porque disse que o mesmo assinou uma nota, mais do que fajuta, juntamenmte com pouco mais de 150 bispos contra o presidente Bolsonaro. Que ele assinou, assinou, é a mais pura verdade pois seu nome para mim nada excelente, consta na lista de bispos que assinaram. Geralmente bispos da chamada ala progressista da igreja, um eufemismo para clérigo esquerdista e suas muitas variantes. Inclusive a esquerda católica, que todos sabem foi de suma importância para a formação do PT, o partido que se tornaria na maior organização criminosa da nossa história. Fatos são fatos.
Agora se ele não assinou, esterei errardo, que não é fato. Mesmo se depois retirar a assinatura do manifesto ou nota que distorce compelamente os fatos. E os partidos de esquerda apoiados pelo clero esquerdista tem pautas competamente anti cristãs, como o abortismo, o gaysismo, a ideolohgia de gênero, só para ficarmos nestes exemplos. É uma opinião baseada em fatos, ora essa, quem quiser contestar que apresente os seus. Esta igreja e estes padres e bispos não me representem , assim como milhões de brasileiros que vortaram e apoiam  presidente.
Aliás num universo de cerca de pouco mais de 470 bispos 150 não representam nem a metade do claro católico, convém ressaltar. Se bispos e padres tem medo da verdade, ou mesmo querem distorcê-la, o problema não é meu, e se eles tem opiniões em comunhão com as pautas esquerdistas o problema também não é meu, e sim de opinião. Ou seja é uma questão de livre manifestação da liberdade de pensamento, afinal ainda não vivemos numa ditadura comunista, graças a DEUS,  e temos a liberdade de criticar  Papa, padre, pastor, e claro, bispo. Quem duvida não é democrata, aliás esquerdista nada tem de democrata mesmo. Vade retro!
E viva Padre Cícero Romão Batista, que tal os papas como PIO XII, João XXIII e São João Paulo II abominaram o comunismo. E como polonês, São João Paulo II conheceu na pele a tirania diabóloica e ateísta do comunismo. Estarei mentindo?

Um comentário:

  1. Quero ver a cara desses idiotas quando o socialismo se instalar e começarem a queimar as igrejas e mandarem eles pra um "centro de reeducação".

    ResponderExcluir