Comunistas trocam vermelho por amarelo para enganar trouxas - Rafael Brasil

Mico dos micos: campanha pelo amarelo da Folha é constrangedora ...


Em uma campanha capitaneada pela Folha de São Paulo, os comunistas trocam o vermelho pelo amarelo para, claro, enganar os trouxas, que não são poucos , afinal.
É risível , mas nada nos assusta mais, afinal Deus limitou a inteligência dos homens, só não a imbecilidade. E os tempos da imbecilidade coletiva estão no começo do fim digamos assim, afinal o povo não é besta, graças às redes sociais, dentre outras coisas.
A campanha da folha conta com àqueles mesmos artistas que conhecemos, artistas e "intelequituais". Ambos com síndrome de abstinência de verbas oficiais, que eram fartas na era esquerdista, mais especialmente nos sombrios tempos petistas.
Mas enfim é a "turma do bem",  ou do politicamente correto. Se esforçam para pensar igual, afinal existe um verdadeiro index do tal do politicamente correto, que nada mais é do que o autoritarismo na liguagem, jeitos e trejeitos. Adoram dizer defender minorias, desde que não sejam religiosas, afinal para essa gente ser religioso é ser fundamentalista. Fazem beicinho para crentes cristãos, mas adoram a diversidade de outras crenças como o candomblé e eté o islamismo.
Geralmente é gente bem nutrida, e que frequenta nossas "belas" universidades, sempre nos últimos lugares nos rankings mundiais, mas quem se preocupa com isso? São os cultuadores do fascismo imaginário, e até contam com a turma do STF, ora vejam.
O ministro Barroso disse que nestes tempos é difícil combater agendas do conservadorismo, aliás eles não só posam de ativistas do "bem" mas pior: Agem tal e qual, afinal quem mais solta bandidos no país? E são a favor de quase toda a agenda esquerdista, como aborto, ideologia de gênero, e até querem criminalizar religiosos que por ventura queiram se candidatar.
Mas essa gente é pluralista, estão em toda parte da sociedade, não tem bispo e padre de passeata? Logo teremos clérigos com batinas amarelas a bradarem contra o "fascismo" do governo que ao que sabemos nunca maltratou ninguém, e sempre respeitou religiosamente à constituição.
Definitivamente estes entes nunca souberam o que é fascismo, e adoram o comunismo por viverem num país democrático. Afinal se vivessem num país comunista, não dariam um pio sequer sem receber uma bala na nuca, e sob uma bandeira encarnada. Só duvida quem é ignorante em história. Mas essa turma quer lá saber disso?

.



Nenhum comentário:

Postar um comentário