Ditadura do STF proíbe Eustáquo de trabalhar – Rafael Brasil


Alexandre de Moraes prorroga prisão do jornalista Oswaldo ...



Nesta ridícula e assustadora perseguição aos apoiadores de Bolsonaro, o STF depois da prisão arbitrária, ilegal porque inconstitucional ao jornalista Oswaldo Eustáquio, agora o proíbe de trabalhar e cerceia sua liberdade de ir e vir, mais um absurdo.
Quando o tal de Glenn Greenwald, apelidado de Verdevaldo, que divulgou mensagens roubadas para desestabilizar o governo, não foi preso, nada aconteceu e ainda o meliante teve toda proteção do supremo e nem sequer foi investigado.
Esta corte esquerdista de merda , claro, há tempos passou dos limites, afinal apoiar o presidente e falar mal destes crápulas do supremo passou a ser crime. Fala-se até de Jesus, isso a esquerda fala sempre e muito mal, e nada acontece em nome da liberdade de expressão, mas desses “deuses” do olimpo não pode, afinal estão acima de todos nós cidadãos, que aliás pagamos os seus altos salários e mordomias.
Aliás, o STF gasta quase um bilhão por ano, um absurdo. E seus ministros nem declaram imposto de renda, aliás muitos dos seus membros, como Gilmar Mendes e o próprio Alexandre de Moraes tem patrimônios incompatíveis com seus ganhos.
Enquanto isso, o senado aprova uma lei de censura, querendo impedir críticas a eles próprios e claro, aos poderosos de sempre, protegidos pela decadente mídia tradicional. E ainda posam de democratas, combatentes do chamado fascismo imaginário, no dizer do jornalista Guilherme Fiúza.
A raiva dessa gente não tem limites, e fazem de tudo pra calar o povo que está cada vez mais informado e com razão os odeia. E vão odiar mais ainda, pois estão contra o país desde sempre querendo a todo custo manter o status quo da safadeza e corrupção deslavada.
Que o povo atue nas redes sociais e como sempre lute pela liberdade, se fosse o jornalista,. desobedeceria de pronto, afinal contra o autoritarismo nada melhor do que a desobediência civil e pacífica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário