Só doido e imbecil gosta de terrorista - Rafael Brasil

Torcidas antifascistas assumem linha de frente da mobilização ...

Como disse certa vez o jornalista Joel Silveira, o língua ferina, a Idade Média era melhor, dentre outras coisas porque não existiam sociólogos , uma das pragas contemporâneas, sobretudo nessas latitudes abaixo do Equador.
Os sociólogos tupiniquins, com raras e honrosas exceções, são os esquerdistas mais chatos do planeta, e como diria Chesterton, não acreditam em Deus, portanto acreditam em quanquer coisa, sobretudo na sociologia, e pior: Que a tal é uma ciência, aliás essa crença iluminista povoa as mentes perturbadas da nossa intelectualidade de um forma quase doentia. 
Aliás essa gente é meio idiota mesmo, é o que nosso grande Olavo de Carvalho chama de imbecil coletivo, gente que fica a se imbecilizar mutuamente enquanto nossas universidades continuam nos últimos lugares dos rankngs mundiais, apesar de doutores e pós doutores aos borbotões, enfim uma fábrica de doutores. Aqui se você atirar uma pedra num cachorro e errar, bate num doutor, seja sociólogo ou advogado.
 Gente estranha que acredita em coisas como ideologia de gênero, que o instinto materno é uma construção cultural, na existência de buracos negros, e que terrorista é reformador social, dentre outras sandices. Ainda reclamam do pessoal da terra plana, ora essa. Afinal é melhor ser terraplanista do que acreditar em certas sandices, e com ares de ciência, palavra mágica para essa gente, aliás dogma, e dos mais fuilêiros, afinal em ciência o que não existe é consenso, ora essa, e todos os dias novidades científicas aparecem aos borbotões para desmoralizar dogmas pretéritos. Afinal a incerteza e a dúvida são a esência do que chamamos de ciência, ora mas é nada!
Aqui eles saúdam, os terroristas que se autodenominam ANTIFAS como reformadores sociais, lutadores aitifascistas, aliás como sugere a silgla. É justamente o contrário, são fascistas, pois pregam a violência dita revolucionária, batem em todos os supostos opressores que vêem pela frente,  e saqueiam lojas roubando de tudo da malvada sociedade capitalista, afinal ninguém é de ferro, tudo em nome de uma construção hipotética de um mundo melhor.
Claro, são em sua grande maioria de classe média, muitos nutridos com o dinheiro dos pais, moranmdo confortavelmente e estudando nas nossas "belas" universidades, onde se cultua tudo, menos o que seria a própria ciência de verdade. E pior: Esta praga é internacional, é a internacional da imbecilidade e da bandidagem com ares , digamnos, acadêmicos. 
Cadeia neles, afinal terrrorista é terrorista, e quem quiser ter um relógio ou um tênis de marca, que vá trabalhar. Ademais, isso é falta de pisa, afinal os pais hoje são uns molengas e até estimulam esse tipo de coisa, claro, com  as exceções de praxe.
Ademais minha vó, se viva fosse devia ser a ministra da educação, pois foi a maior educadora do hemisfério ocidental, com seus beliscões cocorotes, e umas boas chineladas em filhos brabos e desobedientes, eu no meio claro. Viva minha avó, e sua repressão do bem, afinal, para gente braba e desobediente uma boa tabicada é sempre um santo remédio. Quem duvida? Saudades de dona Maria Irenita, esta uma mulher de verdade, o reesto é farofa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário