COVIDÃO: governadores atolados em corrupção - Rafael Brasil

Governador do Pará Helder Barbalho é alvo de ação da PF por fraude ...

Como bem previu o ex deputado Roberto Jefferson, depois do coronavírus, o COVIDÃO, a corrupção da pandemia. Compras sem licitações, dado que a situação era emergenbcial, abriu as portas para a mais deslavada corrupção dos governadores que oprimiram cruelmente o povão am nome da saúde, prendendo e apreendendo mercadorias de até pobres vendedores de bananas. Tal quanl o governador do Pará, reprimiram até manifestantes vestidos com a camisa da seleção, e ais o resultado. Corrupção mais do que deslavada, agora a polícia federal cobra a conta, com mandatos de busca e apreeensão em vários lugares, como o Pará, Rio de Janeiro, São Paulo e vem mais estados por aí.
Foi muito dinheiro roubado, e os governadores que esperavam enfraquecer o governo, afinal juntamente com o famigerado STF tiraram os poderes do presidente, não só para derrubá-lo, mas sobretudo para roubar deslavadamente.
Pena que graças ao STF fica difícil prender essa gente, afinal, em casos como estes, deviam pegar no mínimo prisão perpétua. Justamente numa baita crise como essa, não só da saúde, mas econômica, como bem previu o presidente, e sempre lutou para que as crises da saúde e da economia fossem priorizadas concomitantemente.
Mais governadores e prefeitos vão entrar neste escândalo, repito, com a anuência dop STFque abrandou as penas para os corruptos de todos os quadrantes, retirando a possibilidade de prisão em segunda instância, dentre outras medidas de abrandamento.
Enquanto isso o STF trata de querer de todo jeiuto seguir adiante do ilegal inquérito das chamadas fake news, tentando absturuir apoiadores do presidente nas redes sociais. O Brasil tem jeito? Tem. Só tirando os corruptos do STF. O resto é farofa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário