A armação do STF deu errado - Rafael Brasil

Polícia realiza mandado de busca e apreensão em QG do grupo | Geral


Concomitante com as ações completamente inconstitucionais do tal do inquérito das fake news, ou do fim do mundo, onde o STF faz papel de polícia, de vítima e de acusação e defesa, o encambau, tentam, no afã de não só desestabilizar o presidente, mas de derrubá-lo de qualquer jeito, fazer de tudo para amarrar versões de que existe uma rede de propagação de notícias falsas, incluindo you tuberes, deputados, enfim uma grande quadrilha que foi responsável pela eleição do presidente, mas também como propagadoras da propalada "máfia" governista.
É como o jornalista Guilherme Fiúza acertadamente apelidou este montão de gente, com nítidas conexões com a esquerda, claro, de propagadores do fascismo imaginário ou virtual. Essa gente tem agentes tão ridículos como o ministrinho de merda Celso de Mello, ou mesmo o pretenso iluminista, ministro Barroso, que disse que a ditadura chavista da Venezuela é de direita, talvez quem sabe, tenha sido apoiada desde o início pelo petismo, ridículo. Isso mostra, dentre outras coisas não só a pusilanimidade desses trastes intelectuais e ideológicos,  não só de  sua incultura, mas sua picaretagem.
Paralelamente a toda esta farsa, que nem podemos classificar como chicanas jurídicas, quiseram associar estes grupos, supostamente criminosos com uma suposta organização terrorosta, comandada pala ativista Sara Winter.
Mobilizaram pelo menos quarenta policiais, dezenas de automóveis, até um helicóptero, para, no mesmo dia das manifestações de domingo, mostrarem um grande arsenal de armas pesadas, bombas, granadas, ou quem sabe até armas anti mísseis? O que encontraram? Nadica de nada, apenas alguns rojões , adesivos em apoio ao presidente e uma faca de cortar galinha. Certamente se fossem procurar na torcida organizada do corínthians, encontrariam arsenais bem mais perigosos, afinal os antifas pátrios, estavam ansiosos de quebrar tudo em tempos de pós pandemia.
Bem estas práticas são muito comuns em estados comunistas, fascistas e congêneres. A mentira como arma política, afinal na mentalidade revolucionária, tudo é permitido desde que a serviço da revolução redentora, enfim o paraíso na terra. Não colou, e os protagonistas dessa palhaçada deveriam estar presos, claro, os mandantes da justiça, mais especialmente do STF, que são os verdadeiros canalhas e criminosos da nação. Até as pedras sabem disso.
Enquanto escrevo, a nossas ditas classes falantes não dão um pio sobre estas arbitrariedades, afinal para reprimir direitista vale tudo. E esta classes pensantes só pensam na revolução socialista, desde que permaneçam com seus altos salários nas bancas acadêmicas, na burocracia e na mídia. Ainda mais que temos cerca de quatro prisioneiros políticos, mas como não são de esquerda o silêncio desa gente é mais do que sintomático.
É pusilânime, mas a esquerda é isso aí, no bojo dos seus 150 milhões de cadáveres no sangrento século XX. Esta enfim é a normalidade esquerdista. Para essa gente, democracia só entre seus pares. Basta estudar um pouquinho de história para saber o que ademais é óbvio, e nesses tempos bicudos, o óbvio é sempre aviltado. E o óbvio é apenas a verdade dos fatos. E como sabemos a mentira é um mantra esquerdista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário