Democracia é povo nas ruas, quem não gostar se exploda - Rafael Brasil




Para a esquerda povo nas ruas é democracia, desde que os apoie, claro. Já quando é da direita, é autoritarismo, populismo e ameaça à democracia e o que chamam eufemisticamente de instituições democráticas, ora essa.
Vi um vídeo do corrupto Paulinho da Força, deputado federal, que disse ser impossível um impeachment porque existem 30% de loucos que apoiam Bolsonaro. Deve estar com inveja, porque a esquerda não mobiliza mais ninguém há tempos, sobretudo agora sem diária de cinquenta milrréis, pão tubaína e mortadela. E claro, os estudantes radicais de esquerda e os professores universitários todos comunistas uma das maiores vergonhas nacionais. Afinal eles, juntamente com  a mídia são os responsáveis pela derrocada do país em todos os sentidos, só um idiota não sabe disso.
Como bem ressalta Olavo de Carvalho o povo é conservador, até as pedras sabem disso, porém não tem uma rádio, jornal nem mídias como televisão. E as repartições públicas sobretudo os professores são meros militantes comunistas. E o comunismo está implícito nos nossos livros didáticos sobretudo os de História , geografia, e as chamadas ciências humanas em geral. Quem, for de direita está excluído da vida acadêmica, por essas e outras o descalabro do ensino no país. Com raras exceções não temos professores, mas militantes esquerdistas.
Porém em que pese a choradeira esquerdista, o povo é a vanguarda da revolução conservadora do país. É até uma contradição em termos, mas poderíamos dizer que é uma revolução que busca não virar tudo pelo avesso, mas resgatar a tradição, a família o trabalho a ordem e o respeito. Enfim tudo está virado mesmo com o relativismo reinante, onde bandido é herói, pervertido e criminoso é normal, etc. Em poucas palavras, com o povo mesmo desorganizado a gente vai chegar lá. Afinal é o senso comum buscando abrir espaços, contra a loucura das nossas chamadas classes pensantes pervertidas pelos males do iluminismo de merda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário