Rodrigo Maia e Alcolumpre, os piores vírus do momento. Fora, bandidos! - Rafael Brasil

Maia e Alcolumbre dizem que Mandetta foi 'guerreiro' e mandam ...


Rodrigo Maia e Alcolumbre são os piores bandidos do país no momento, claro. Digo do momento, pois são tetas de ferro do que existe de pior no país, posto que são figuras insignificantes, e serão rapidamente esquecidos depois de suas passagens pela presidência da câmara e do senado, dado que são seres medíocres, e a serviço da pior bandidagem da nossa política.
Vi agora que o próprio Paulo Guedes já cortou de vez relações com o crápula do Rodrigo Maia, que quer estourar as contas do governo, aproveitando-se da tremenda crise do coronavírus, para derrubar o presidente. É odiado pela nação, mas tem por trás deles, os governadores bandidos de muitos estados do Nordeste, e no sudeste o do Rio de janeiro e o corrupto Dória de São Paulo, ambos testas de ferro do imperialismo comunista chinês.
O plano de arrombar as já combalidas contas públicas, muito agravadas pela crise do coronavírus, é de uma maldade, e pior: Uma traição à pátria, posto que estamos num tempo de guerra. Estes dois deveriam ser imediatamente presos, e seus cúmplices também, como a parte bandida do STF.
E é gente de um baixo nível sem par, e claro, são inteiramente apoiados pelas esquerdas, que jogam no caos e numa possível desintegração nacional, afinal, para essa gente esta seria uma possível saída. O caos para jogar politicamente contra o presidente, cada vez mais popular.
O povo tem que se revoltar, aliás como já está acontecendo, com as carreatas nas grande cidades do país e na desobediência civil, e até de agentes do estado, como no caso da polícia de São Paulo, que desobedecendo ao governador, publicou numa nota de recusando a acatar suas ordens fascistas, de prender cidadãos comuns.
Ai cabe a pergunta: Como um país como o Brasil pode ficar refém de una safados desses? O povo e os políticos de honra que restam tem que reagir, e com violência, a violência legítima das massas contra essa gente. A corda está esticando e não pode quebrar do lado do povo sofrido. Mas o presidente deve vetar. E colocar a conta da desgraça dos estados na conta dos governadores, cúmplices desta safadeza, mais uma. Até quando estes mafiosos ocuparão os mais altos cargos da república? Revolução democrática e republicana já! Cadeia para essa gente é pouco!

Nenhum comentário:

Postar um comentário