Vão cortar os salários e as lagostas do supremo? - Rafael Brasil

Resultado de imagem para lagosta do stf


Diante da crise do coronavírus, ganha espaço o debate sobre os cortes dos altos salários e mordomias dos três poderes da república. Políticos magistrados, diretores de estatais, ganham fortunas, além é claro, das vergonhosas mordomias.
São mil viagens de avião, com direito ao acompanha,mento de amigos e familiares, com aperitivos com o vinhos caros e acepipes dos mais variados, como as lagostas dos membros do supremo, e até funcionários para afastar as cadeiras dos supremos além de ajeitar suas supremas togas.
Nos estados a farra das mordomias com dinheiro público são imensas, com desembargadores ganhando até 600 mil, e os penduricalhos dos juízes, que faz com que o menor salário dos maganos em São Paulo por exemplo, não seja inferior a "bagatela" de 90 mil. 
Tá certo o deputado príncipe Orleães e Bragança de estender o alcance das mordomias e altos salários até as calendas gregas, afinal essa farra com o dinheiro do povo tem que acabar.
Afinal o povo sempre foi pobre, e os agentes do estado sugam à nação, uma vergonha. Na Alemanha por exemplo, os juízes  ganham o dobro de uma professora primária, e os da suprema corte tem como mordomia, a garantia de uma viagem de trem em um vagão de primeira classe. Vai ver que a Alemanha é pobre e o Brasil é riquíssimo, ora vejam.
Tenho dito que a crise econômica que se aproxima pode trazer muitas reformas, estas mais do que necessárias, e o povão deve pressionar nas redes sociais. 
Afinal as redes tem sido o grande diferencial da nossa cambaleante democracia, afinal, o que chamam de nossas instituições democráticas, só servem para proteger estas elites do povo, que clama nas ruas, diante dessa gente imponente e arrogante, simplesmente pão, paz e trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário