GUTEN MORGEN 17: ALEXANDRE BORGES E A ELEIÇÃO AMERICANA

Alexandre Borges, o maior especialista em política americana do país, comenta a eleição entre Trump e Clinton como nunca se vê na mídia.
Facebooktwittermail
Guten Morgen, Brasilien!
Neste episódio, conseguimos mais uma entrevista reveladora: o maior especialista em política americana do país, nosso grande colunista Alexandre Borges, comenta o que a imprensa brasileira nunca comenta a respeito do que está em jogo nas eleições americanas – e por que o eleitorado americano, muito mais preparado, na média geral, do que o nosso, parece ir de encontro ao que pensam nossos grandes intelectuais e analistas políticos brasileiros, todos em uma torcida em uníssono por um dos lados.
Afinal, o que se diz sobre as eleições americanas está correto? Faz mesmo sentido? Alexandre Borges é o homem para separar o joio do trigo e nos ajudar a olhar para a realidade tão distante dos valores e padrões brasileiros que é a política americana com outros olhos, que não a repetição de nossas crenças e predisposições.
E quanto aos boatos das eleições entre Hillary Clinton e Donald Trump? A narrativa corrente do jornalismo mostra o embate entre uma candidata moderada, prudente e estudada e um maluco, fanático, racista, ultra-conservador, triliardário, racista, machista, homofóbico e fascista que pode destruir a América.
Quanto desse discurso é verdadeiro e quanto parece pouco conhecimento sobre o que acontece na América?
Os escândalos que são comentados nos debates também merecem atenção especial de Alexandre Borges. Para começar por Benghazi, palavra inexistente nas análises dos comentadores brasileiros sobre o pleito, que pode definir o futuro dessas eleições. Trata-se da cidade na Líbia onde ocorreu um dos mais significativos atentados terroristas contra americanos no dia 11 de setembro de 2012, onze anos depois do primeiro 11 de setembro. Hillary Clinton ela própria era responsável por manter a segurança de americanos em território líbio, e preferiu se omitir para não prejudicar a reeleição de Barack Obama. Quantos no Brasil sabem do que aconteceu em Benghazi e continuam apoiando Hillary Clinton?
Alexandre Borges também comenta o escândalo do vazamento de e-mails que colocou mais vidas americanas e não-americanas em risco, além de seu discutível financiamento de campanha por algumas das ditaduras mais brutais do mundo, com métodos praticamente idênticos aos do Estado Islâmico.
Do terrorismo ao protecionismo, da Suprema Corte às mega-instituições americanas que mandam no mundo, da história de Herbert Hoover aos efeitos da imigração nos empregos americanos, Alexandre Borges ainda nos brinda com uma de suas especialidades: uma analise cuidadosa da imprensa americana e brasileira na cobertura das eleições, demonstrando com precisão o quanto se esconde e o quanto se manipula emoções, percepções e predisposições do público mundial a respeito daquela que será a eleição americana mais importante do próximo meio século.
A produção é de Filipe Trielli no estúdio Panela Produtora.
Guten Morgen, Brasilien!

Nenhum comentário:

Postar um comentário