"O Brasil não se endireita tão fácil" - COM O ANTAGONISTA



Espiridião Amin a O Antagonista ontem, assim que terminou a sessão que por pouco não aprovou a anistia disfarçada do caixa 2:
"O Brasil não se endireita tão fácil, tem que ter muita martelada ainda. E tem que falar grosso."

Sem brechas para anistia

Antes de Beto Mansur encerrar a sessão que quase aprovou a anistia do caixa 2, na noite de ontem, o PPS foi um dos partidos que já havia assinado requerimento para retirar a matéria da pauta.
Rubens Bueno afirmou que não dá para abrir "qualquer tipo de brecha para anistia".

Nenhum comentário:

Postar um comentário