Do Foro de São Paulo à cadeia: o caminho de Lula e Dilma construído com mentiras e destruído com verdades - POR FELIPE MOURA BRASIL

Do Foro de São Paulo à cadeia: o caminho de Lula e Dilma construído com mentiras e destruído com verdades

Delações (até do marqueteiro) e mensagens sobre achaques entregam o governo da Orcrim

Por: Felipe Moura Brasil  
Lula-e-Dilma-Descem
Ladeira abaixo
Cobertura em tuitadas e vídeos:
1.
– Lula vira réu e, em proposta de delação, João Santana relata que Dilma sabia de tudo. É justo que a criatura faça companhia aos criadores.
– VEJA: Santana e sua mulher relatam que Dilma “não só sabia da existência do esquema de Caixa Dois como aprovou as doações ilegais”. FHC ainda vai chamá-la de “honrada”?
– Dilma fica mais perto da prisão com delação de João Santana, que incluirá documentos. Agora, Cardozo já pode garantir um contrato vitalício.
– Dilma um ano atrás: “não houve”. Dilma nas últimas semanas: “se houve, não foi com meu conhecimento”. Sugestão para Dilma agora: “aprovei, sim, mas só porque o Lula me pediu”.
– João “Mr. M” Santana poderá entrar para a história do Brasil como o homem que construiu Dilma com mentiras e destruiu a petista com verdades.
[* A propósito: julgamento final do impeachment de Dilma terá início em 29 de agosto e término em 2 de setembro. Melhor ir dando adeus ao foro privilegiado.]
2.
– E você achava que Dilma havia usado a Caixa só para pagar despesas do Tesouro? Rá! Mensagens em poder da Lava Jato indicam que Planalto mandou diretor achacar fornecedores. É o governo da Orcrim.
– Executivo da agência Borghi Lowe relata a outro que Clauir Santos, do marketing da Caixa, pediu-lhes dinheiro para campanha do PT dizendo cumprir ordens do Planalto. Manda quem pode, recebe quem dá.
– Valdir Barbosa, da Lowe, afirmou ter explicado a Clauir que normas da agência proibiam “contribuições políticas”, mas Clauir ameaçou dizendo que outras aceitariam. Petismo é achaque.
– E-mail integra investigação que vem desde prisão de Ricardo Hoffmann, da Lowe em Brasília, e ex-deputado petista André Vargas. Intimidade criminosa entre agência e braços do governo do PT.
3. 
– Lula ficará no centro da Lava Jato. Nas próximas semanas, uma equipe da força-tarefa dará prioridade às apurações de financiamentos feitos pelo BNDES às empreiteiras do petrolão. Separem a pipoca.
– Procuradores têm indícios de esquema no BNDES a serviço de Lula: parte do dinheiro desviado foi usada para bancar suas entidades; e outra parte, campanhas petistas. Dica: use azeite na pipoca.
– Executivos de 3 empresas denunciaram aparelhamento do BNDES para arrecadar recursos de campanha do PT. E quem comandava o banco? Luciano Coutinho, parceiro de Lula no Foro de São Paulo.
– Ricardo Pessoa: Coutinho orientou UTC a procurar tesoureiro da campanha à reeleição de Dilma, Edinho Silva, para acertar repasse de doações da empresa à candidata petista. Uma mão lavava a outra.
– Suspeitas: Coutinho condicionava financiamentos do BNDES ao compromisso de doações eleitorais por empresários no caso de obras no Brasil. Obras no exterior entravam no “esquema de Lula”. Coisa fina.
– Relembro dois vídeos em que tratei da longa história de cumplicidade entre Lula e Coutinho:
4.
– Mencionei na TVeja as exonerações dos petistas infiltrados no Estado. Temer mandou acelerar a faxina após descobrir que o chamam de “golpista” em alguns ministérios. Quanto menos petistas, melhor.
– Eis os números da faxina parcial:
Ministério da Cultura: 81 funcionários demitidos;
Ministério da Saúde: 73 ocupantes de cargos em comissão de áreas estratégicas exonerados;
Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário: 33 ocupantes de cargos comissionados exonerados;
Ministério das Relações Exteriores: 47 DAS desligados;
Ministério do Planejamento: 67 cargos DAS e 34 de Funções Gratificadas extintos
(e outros 441 DAS transformados em Funções Comissionadas do Poder Executivo, a serem ocupadas por servidores com vínculo permanente);
Casa Civil: 100 cargos deverão ser extintos.
Ministério da Educação: alvo dos próximos cortes, já que é reduto do PT desde Lula;
– Com o desmonte do PT em praça pública, dá para entender por que os petistas se empenham tanto em atacar o projeto Escola Sem Partido? Eles não querem perder os meios de mentir às novas gerações.
– Formar novas gerações na base da mentira, apagando da história 13 anos de roubalheira e destruição da alta cultura, é a única maneira que PT vislumbra para não ser extinto. Se Brasil deixar, ele consegue.
Siga no Twitter, no Facebook e no Youtube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário