O principal avalista de Dilma - COM O ANTAGONISTA



O Estadão dedicou o editorial deste sábado a analisar a relação entre Dilma, Renan Calheiros, Rodrigo Janot e Eduardo Cunha. Mas O Antagonista destaca o trecho em que o Estadão desenha para os petistas o perfil da pessoa que Dilma escolheu como protetor.
Leiam o que foi publicado:
"Sem querer azedar a festa da presidente, é preciso dizer que o único resultado concreto dos acontecimentos da quinta-feira é que a presidente, na prática, se tornou de vez refém do presidente do Senado, Renan Calheiros. Alvo de seis inquéritos no âmbito da Lava Jato e com um currículo que inclui uma renúncia à presidência do Senado para escapar da cassação, Renan passou a ser o principal avalista de Dilma no Congresso. É evidente que o senador alagoano tem todo interesse em proteger a presidente, pois espera reciprocidade. Se esse arranjo vai funcionar ou não, é impossível saber."
É a franja desse Renan Calheiros que os puxa-sacos petistas estavam aplaudindo durante a semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário