GERALDO? NÃO, VERA

Vem aí mais uma barulheira. O Conselho de Combate à Discriminação dos Direitos de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais determinou a todas as escolas do país, inclusive as religiosas, que mudem algumas normas de funcionamento.

Se o estudante Geraldo quiser ser chamado de Vera, por Vera deverão chamá-lo, inclusive nos documentos. Se Daiane quiser ser Sebastião, dá-se o mesmo. Se a escola tem uniforme, Geraldo poderá se vestir de Vera e Daiane, de Tião.

A medida vale inclusive para adolescentes, sem que seja necessária autorização dos pais.




COMENTÁRIO MEU: P_elo andar da carruagem, quando Vera/Geraldo entrar no banheiro? Ela/ele vai no das meninas? 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem