AMARO FREITAS - PODBRE FUTEBOL BRASILEIRO

FUTEBOL – AMARO FREITAS
O futebol brasileiro hoje é de terceira. Nossos melhores jogadores estão na Europa. Depois vão para países como a Rússia, Japão, Turquia e até a China. O resto, e quando estão ficando velhos, voltam aos grandes do sudeste e sul.
Já dizia o velho e bom João Saldanha, que o futuro do futebol estava na fortaleza dos clubes. Os nossos estão em pandarecos, pois a corrupção e o amadorismo, derivadas de administrações no mínimo retrógadas, estão acabando com nossos times. E já faz tempo.
Como, times como o flamengo, ou mesmo botafogo e fluminense, não dispõem nem de estádios médios? O Corinthians só vai fazer o seu com nosso dinheiro, o que é sempre um absurdo.
Futebol é espetáculo, e para tal precisa de jogadores, que são afinal, as principais estrelas. O Brasil, apesar das sempre alarmantes desigualdades sociais, é a sexta economia do mundo, maior do que a Rússia, ou mesmo a Turquia. Por que não mantém nossos principais jogadores? Incompetência pura. E, claro, patrimonialismo que alimenta a corrupção, esta nossa velha conhecida. Podbre futebol, podbre Brasil, como diria Décio Pignatari.
COPA NORDESTE
A copa do Nordeste vai dando um bom exemplo no possível processo de recuperação do futebol nacional. Todos os times da região sempre tiveram torcidas significativas, e as estavam perdendo para os times do sul. Tenho um colega alagoano que só torce para o ASA de Arapiraca. Meu falecido tio Nenen, torcia para o CRB, clube de regatas Brasil. Assim como meu cunhado é fanático torcedor do ABC um dos grandes do futebol potiguar.
Fortaleza e Ceará também tem grandes torcidas, assim como o Bahia e Vitória, que nem precisaria falar.
Os times do sul deveriam seguir o exemplo criando torneios regionais, como o do Sudeste, Cento Oeste, Norte e Sul. E no final do ano deveria voltar o torneio dos campeões, com os melhores colocados nos regionais. Os estaduais já deram o que tinham de dar. Não dá para gastar muito dinheiro para jogar com times de Caruaru, Garanhuns ou mesmo Petrolina.
LIÇÕES PARA OS TIMES DE PERNAMBUCO

Se é para trazer verdadeiros caminhões de pernas de pau do sul maravilha, temos que aproveitar jogadores da nossa região. O campeonato do Nordeste é uma ótima vitrine. Tem ótimos jogadores de times como Guarani de Sobral, Botafogo da Paraíba, Asa de Arapiraca, ou mesmo outros inúmeros clubes aqui não citados. Também tem que investir nas chamadas  divisões de base. Sport e Náutico já partiram na frente com seus centros de treinamento. O Sport vai começar a construção do complexo da arena, e o Santinha já tem o seu, incluindo o CT. É preciso pensar grande para que as próximas gerações não fiquem órfãs de torcer por clubes da região. Que aliás são tão tradicionais como os do sul, porém como nossa região é pobre, sempre ficamos num segundo plano em termos nacionais. É possível, se não reverter o quadro,  evoluir. Sempre. Se não, a estagnação e o ostracismo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário