POLITICA EM CAETÉS

Os ocupantes do poder em Caetés estão perdendo a política, pois estão sem discurso. Chamam seu opositor de traíra, e outras coisas mais, como se todos devessem ser áulicos da oligarquia dominante toda a vida. Em outras palavras, cheleléu, ou o popular babão. Os funcionários contratados foram convocados e são utilizados como cabos eleitorais, pois prometeram a eles que seriam efetivados, uma mentira descarada. Estão também contratando funcionários em época eleitoral, e fazendo política com carros pipa. Tive conhecimento de motoristas de carros pipa ameaçarem camponeses de não abastecimento, se não votassem no vermelho. Um crime hediondo, diga-se de passagem, no limiar do século XXI, fazer política com a sede do povo. O desespero é grande, pois a perda do poder em Caetés, significa cortar a principal fonte de financiamento da oligarquia dominante, que quer dominar também a política de Garanhuns. Felizmente os políticos responsáveis e o povo da cidade despertaram para o perigo.

CULPA DA JUSTIÇA

Toda esta situação de Caetés, só é possível, por culpa da justiça. Como é que permitem um município chegue a esta situação, onde quase não existe mais funcionalismo legal, nem aposentadoria dos poucos que restaram. A grande massa ilegal de contratados, servem de massa de manobra. São mais de mil os contratados. Somando-se a estes, mais cinco familiares, em média, o grupo dominante trem logo de saída, pelo menos cinco mil votos garantidos no cabresto. Uma vergonha, a manutenção do coronelismo mesmo ilegal no limiar do século XXI. Este é o "estilo" Zé da Luz de governar. Além, de pessoas que recebem dinheiro mensalmente, larga compra de votos em todos os sentidos, Doações de materiais de construção, pagamento de motores e prestações de automóveis e o diabo a quatro.

CLASSE MÉDIA

Apesar da pobreza, com o crescimento urbano verificado depois da adoção  dos benefícios governamentais, como bolsa família e aposentadorias rurais, criou-se uma , digamos, tênue classe média, de comerciantes e prestadores de serviços, que não dependem do assistencialismo da prefeitura. Estes ão os setores mais esclarecidos da sociedade, que agora se juntam à massa de pequenos proprietários, completamente abandonados pela prefeitura. Não tem saúde nem educação. As estradas estão em pandarecos, e não existem projetos para uma maior diversificação da pequena produção rural. Caetés está há muito abandonada, e A SANGRIA DE RECURSOS, SEJA PELA CORRUPÇÃO, OU MESMO NA NÃO ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS FEDERAIS, faz com que tenhamos um dos piores índices de desenvolvimento humano do estado. Lula filho da terra, governou durante oito anos, e não trouxeram nenhuma obra estruturadora para o município,  UMA VERGONHA!

CARA DE PAU

Com a maior cara de pau, grupo dominante acusa seu adversário de corrupto. Se fossem compradas, por exemplo, fazendas com o dinheiro gasto com campanhas políticas, quantas tinham a família dominante? Uma vinte, ou trinta. Só o dinheiro da previdência surrupiaram mais de vinte milhões. ISTO MESMO, VINTE MILHÕES,  e o candidato em Garanhuns, disse , com a cara mais lisa, que isto era irrelevante. Isto sem falar em corrupções menores, digamos assim, como a compra de casas e automóveis para familiares, agregados, ou operadores da corrupção na saúde e educação. UM VERDADEIRO FESTIVAL DE CORRUPÇÃO. Por isso o povo deve mudar. A MANUTENÇÃO DESSA OLIGARQUIA SIGNIFICARIA O MAIOR RETROCESSO POLÍTICO DA CIDADE NA PRÓXIMA DÉCADA. Este é o "estilo" Zé da Luz de governar. Um verdadeiro cacareco político. Ter liberta Caetés!

Um comentário:

  1. ANTES IA SER LÁ e LÔ. ARMANDO DUARTE EM CAETÉS e SILVINO DUARTE EM GARANHUNS!!! AGORA, FICOU ASSIM: 14 EM CAETÉS E 14 EM GARANHUNS!!!

    ResponderExcluir