INGENUIDADE?

Mao_Tse_Tung_imitator_1.jpg (252×341)

Meu amigo Roberto Almeida procura onde estão os corruptos da ex ARENA, ou mesmo PDS, oriundos da ditadura militar.  Estão com o PT, caro Roberto, só você não vê? E o que você diz de Lula insistir para o ministro dos esportes resistir  a possibilidade de demissão, apesar das graves provas de corrupção apresentadas? E o mensalão do PT, como diz Lula , nunca existiu? Aliás, a direita está desarticulada há tempos.  Qual o partido, liberal e democrático de peso que existe neste país? E na oposição?  Na  ditadura, era fácil, digamos, ser maniqueísta. Os bons estavam do nosso lado, os ruins na ditadura. Com a democracia, sabemos que as coisas não podiam ser simples assim. E se existem muitos corruptos e corrupção, é que as nossas instituições ainda são frágeis e não consolidadas. É preciso aperfeiçoá-las, não? O que fez Lula e o PT neste sentido? Nada, nadinha. Ou você sabe de alguma que não sabemos? Com a palavra, Robertão, um dos milhões de defensores incondicionais do Lulismo.

COMUNISTAS E CORRUPÇÃO

Antigamente, muitos esquerdistas partiam para a briga quando chamados de corruptos. Lênin, quando exilado em Paris, dormia sem calefação com a véia Krupskaia, e bebia chá numa lata de ervilha, Já gasta pelo uso. Isso era orgulho dos comunistas, sobretudo os biógrafos oficiais ou não, de Lênin. No Brasil, os comunas viviam ou de emprego público, inclusive na ditadura militar, ou quando eram importantes quadros do partido, com os minguados dólares enviados pelos soviéticos. Era o famoso “ouro de Moscou”, tão alardeado pelos anticomunistas e oprtunistas de plantão, os famosos adesistas de sempre, que hoje se encontram no PT, que aliás está no poder. Hoje o centro das atenções é justamente o velho stalinista PC do B, um dos maiores cacarecos ideológicos da América Latina. Esta gente ainda sobrevive no Brasil. “Só no Brasil mesmo”, diria meu tio velho e falecido Austerliano , o Nenem,  irmão de vovô. O mesmo era anticomunista, minoria na minha família, por isso mesmo chamado de reacionário. Mesmo assim ajudou meu tio, Rildo Souto Maior, comunista histórico em Pernambuco  , a fugir das garras da repressão durante o golpe de 64. Claro, nada a ver com os comunistas no poder, quando se tornam os maiores corruptos da paróquia. Na ex União Soviética, a ex nomenklatura, do PCUS, tornou-se a máfia que, juntamente com a ex KGB domina a economia do país. Esta cleptocracia roubou os russos e povos a eles vinculados por mais de setenta anos. Ainda hoje, não largaram o osso.

PC DO B, UM CACARECO IDEOLÓGICO

O PC do B, surgiu a partis de 1956, quando Nikita Kruthev denunciou, em parte, os crimes de Stálin. Naquela época já ficaram do pior lado que era Stálin. Depois transformaram-se em maoístas, foi quando fizeram a tresloucada “guerrilha” do Araguaia, jogando na fogueira da morte  mais de uma centena de jovens militantes. Como  Mao, queriam fazer uma revolução do campo para a cidade. Como o Brasil não era a China, deram com os burros n’água. Depois romperam com a China com a morte de Mao, e aderiram a Albânia, o mais fechado e stalinista dos países europeus. Quando derrubado, o regime de Hever Rodja revelaria ao mundo uma população esfomeada, e que no país existiam mais casamatas do que casas propriamente ditas. O PC do B, arregimenta seus quadros militantes no movimento estudantil, que domina há mais de duas décadas. No governo Lula o partido se destaca por ser um dos principais parteiros ideológicos do governo. Agora mostra que são parceiros na roubalheira também. É o comunismo pós-moderno, digamos assim.

LEITOR PECDOBERISTA

Meu caro amigo leitor do PC do B diz que Hobsbawn é positivista.É o comunista mais heterodoxo que já conheci, e se proclama como sendo um dos últimos comunistas remanescentes do século XX. Compará-lo à fukuyama é brincadeira, pelo menos o velho historiador nunca decretou o fim da história, mas do comunismo do século XX. Do sangrento século XX, como gosta de referir-se. Ao me referir que essencialmente todas as tendências do PT eram leninistas, falo programaticamente. Quase todas repetiam a cantilena revolucionária e a ditadura do proletariado, divergindo assim mais nas questões táticas ou estratégicas, embora não fossem diretamente ligados à terceira internacional. Basta ver nos documentos dos congressos do PT, e suas inúmeras tendências. Essa história de que o PT surgiu a partir exclusivamente das lutas operárias no ABC é balela. Surgiu isto sim, da união de sindicalistas com muitos comunistas desencantados com a política de apaziguamento da deténte levada a cabo pela ex União Soviética  nos anos sessenta, o início do processo de estagnação econômica do modelo autoritário e estatista soviético. Além de muitos integrantes da chamada igreja progressista, em ascensão. A maioria dos comunistas do PT, eram , digamos, ferrenhos defensores do chamado “modelo cubano”.



2 comentários:

  1. Meu caro, o PCdoB é um Partido, com "P" maiúsculo mesmo. Nós, inclusive você, sabemos o por que dos ataques contra o Partido. Fico sem entender uma coisa: porque a burguesia, em todos os países, temem tanto a esquerda? Ora, o próprio Hobsbawn em seu panfleto anti-comunista "A Era dos Extremos" não decretou o fim do comunismo? Então porque estamos sendo perseguidos de forma violenta em países como Rússia (onde milhares de comunistas são torturados e presos nos cárceres do democrata Putin), República Checa (onde o PC local foi proibido por lei), Ucrânia (onde os nacionalistas que lutaram lado a lado com os nazistas hoje cometem crimes contra os comunistas locais), Polônia (onde é proibido qualquer ato de esquerda e o país é governado pelo clero polonês que colaborou com os nazistas na segunda guerra), etc...
    Não compreendo como seres tão insignificantes como os comunistas ainda metem medo na poderosa burguesia internacional, ao ponto do PC do Uruguai sofrer atentados a sua sede em Montevidéu. Não compreendo porque o PC da Grécia ameaça a burguesia grega só porque organiza greves que paralisam o país mergulhado numa crise profunda. Não compreendo o por quê de tantos ataques, em todos os cantos, contra uma ideologia já declarada morta por Washington e seus lacaios (inclusive brasileiros que prestam serviços a CIA, caso do espia Waack).
    Quero acreditar que você, caro professor, não é um desinformado. Seu anti-comunismo é uma demonstração de um pensamento decadente, obscuro, de gente que só ataca, mas não traz nada de novo. Você sim é um cacareco, fruto de um pensamento doentio, preconceituoso, racista, típico de filhos da burguesia, herdeiros do latifúndio, autoritários por natureza que passaram toda a vida às custas dos mais pobres. Seu anti-comunismo é o mesmo do parasita Civita que mantém uma revista velha, sem escrúpulos, um lixo jornalístico. De uma coisa tenho certeza, que nós, comunistas, ainda incomodamos muito a burguesia mundial. Ainda somos capazes de mobilizar milhões de pessoas mundo à fora.
    O fantasma do comunismo ainda paira no ar. Enquanto houver diferenças de classes, vai haver quem pense numa sociedade igualitária, sem o parasitismo de uns poucos que sugam o sangue de muitos. Como é bom ter uma ideologia e se orgulhar dela, coisa que os anti-comunistas não podem dizer em público. Nós podemos dizer bem alto: SOMOS COMUNISTAS!

    ResponderExcluir
  2. Sobre a História,
    A participação de "comunistas desencantados" na formação do PT foi irrisória. Não podemos chamar de comunistas os integrantes "trotskistas" que ajudaram a fundar o PT, seria uma falsidade histórica. Os poucos comunistas que entraram no PT vieram de grupos extremistas como o PCBR (de Gorender) e o minúsculo PRC (dissidência do PCdoB - Ala Vermelha, do qual fazia parte Genoino). Ora, chamar de comunistas Lula, Vicentinho, Zé Maria (hoje no PSTU), entre tantos outros sindicalistas que fundaram o PT, é no mínimo estranho.
    A maioria dos "comunistas desencantados" com Moscou ou deixaram a luta ou foram para partidos de direita, caso dos futuros fundadores do PSDB.
    É bom lembrar também que a luta política pela qual foram formados dois PC's no Brasil não foi somente por conta do Relatório Kruschióv em 1956. O racha entre os comunistas no Brasil vai acontecer bem mais tarde, em 1961, quando o Comitê Central do então Partido Comunista do Brasil (PCB) decide, sem consultar as bases, mudar o nome do Partido (para PC BRASILEIRO) e tirar dos seus Estatutos qualquer referência ao marxismo-leninismo, numa tentativa de transformar o PC do Brasil num partido social-democrata, à exemplo dos PC's italiano e francês. Com a decisão autoritária do CC, uma minoria contrária à mudança do nome e dos Estatutos reorganiza o Partido Comunista do Brasil, em 1962, com a sigla PCdoB. O PCdoB nunca foi maoísta. O PCdoB ficou do lado da China Popular por ser este país fiel ao marxismo-leninismo, assim como a Albânia. Em 1976, o PCdoB entendeu que a China Popular tinha aderido ao revisionismo e rompeu com ela, fazendo uma autocrítica mais tarde e reconhecendo os avanços da China Popular de Deng Xiaping. A Albânia não tinha fome, não tinha miséria. Hoje sim a Albânia mostra um dos piores quadros sociais do mundo, não somente da Europa. Isso é fato!
    São fatos, é a verdade histórica que ninguém poderá manipular. Simplificar a História é um erro grotesco, principalmente para historiadores.

    ResponderExcluir