BARBARISMO




Foi chocante o assassinato de Kadhafi na Líbia. Um exemplo de tribalismo que não deve nem deveria ser seguido, sobretudo para quem quer substituir um tirano no poder há mais de quarenta anos, e queira implantar um regime minimamente condizente com os  preceitos democráticos e civilizados . Claro, Khadafi foi um assassino e um temível tirano, que devia pagar até com a pena de morte por seus crimes, mas que lhe fosse dado um tratamento e um julgamento dignos. Não se supera tirania com atos violentos, bem condizentes com os do tirano que se deseja afastar. Na verdade o perigo é que os substitutos sejam piores do que ele. Aliás, dentre seus opositores estão os fundamentalistas islâmicos, estes os verdadeiros autocratas, pois matam e torturam em nome de deus. É mais uma vitória do tribalismo contra a civilização. Uma pena.

LINDOLFO

Boa a entrevista de Lindolfo retificando o acordo das oposições que poderão desaguar em sua candidatura. É bom lembrar que a oposição tem bons nomes, caso sua candidatura não aconteça. Neguinho é um deles, além da advogada Gisele, ou mesmo Armando Duarte ou o Gordo de Zé de Sinhozinho. As oposições cresceram no bojo do descalabro administrativo e financeiro do município. O abandono do município é alarmante. As estradas municipais estão intransitáveis, a saúde e a educação sucateadas e impregnadas do mais abjeto clientelismo político. Um verdadeiro republicano e democrata não se vende a essa turma. A não ser que seja um reles áulico desta turma que saqueia o município há mais de vinte anos. Quem se vender não passa de mais um rato em torno das ratazanas que corroem há anos o dinheiro público deste pobre município. Que tem um dos piores índices de desenvolvimento humano do estado. Os que estão no poder só fizeram  e fazem para piorar a situação. É PRECISO MUDAR, E JÁ. 

Um comentário:

  1. Professor, parece que os líbios sentirão falta de Kadhafi. Mal foi criado esse Conselho de Transição e um único cara, unilateralmente, já está a revogar as leis da época de Kadhafi? Os muçulmanos ainda não acordaram para o laicismo, o secularismo. Estão ainda na era das trevas. Quanto ao Brasil, esta saindo pelo ladrão, literalmente.

    ResponderExcluir