TRAGÉDIAS ESQUECIDAS


                            
TRAGÉDIAS ESQUECIDAS
Todos os anos a mesma coisa. Chuvas invadem casas, derrubam encostas onde constroem casas sem planejamento algum. Passadas as chuvas, não se fala mais no assunto. Obras estruturadoras, nem pensar. Os políticos de ocasião desaparecem da mídia da mesma maneira que aparecem, como num piscar de olhos. As cidades brasileiras estão inabitáveis. Falta transporte, água, e tudo o mais. A classe média acha que vai resolver seu problema comprando automóveis, e os mesmos lotam, as ruas tornando-as intransitáveis. Isto sem falar na violência. Logo as chuvas irão embora, e no ano que vem, ouviremos as mesmas histórias, que são de amargar. Podbre Brasil.
 TRAGÉDIAS E ELEIÇÕES
Quando estava na oposição o PT gostava de faturar com a tragédia popular, acusando os governantes de plantão pelas mortes causadas pelas chuvas. Hoje, claro, nada falam. Culpam o além , se muito. É preciso repensar a administração pública no Brasil. O governo federal tem pouco mais de um por cento para obras estruturadoras. Só não faltam cargos comissionados, com o estado cheio de oportunistas das mais variadas matrizes. Nem se fala seriamente em reformar o estado . Só fazem maquiagens, e mal feitas. Quanto às reformas, nem falam mais nelas. É preciso diminuir o tamanho do estado, e sobretudo, criar mecanismos de controle do mesmo pela sociedade. O resto é farofa.
FINADO TERRORISTA
Muito bom os Estados Unidos matarem Bin Ladem. Terrorista só no caixão, sobretudo àqueles malucos que querem tornar o mundo uma teocracia islâmica. Já pensaram nosso carnaval com as mulatas vestindo a burca? E nossos políticos roubando em nome de Alá? Se já roubam, digamos de uma forma laica, e numa teocracia? Ademais, o terrorismo se nega ao diálogo  democrático, portanto, tiro neles. Seja islâmico ou materialista, todo terrorismo é essencialmente reacionário. Só que tem muito esquerdista saudosista do terrorismo chorando pela morte do dito cujo. Conheci muitos na universidade que vibraram com os ataques de onze de setembro. Deveriam ser extraditados para o Afeganistão.
PROMOTOR PROCUROU  
                Dizem que o promotor de Caetés levou vinte e um dias para achar e falar com El prefeito de Caetés. Que deve estar muito ocupado com a administração municipal, lá pelas bandas do Recife. Quem sabe ele deve estar dando assessoria ao prefeito do Recife nessas torrenciais e malignas chuvas? Dizem que foi tratar do concurso, que nunca fazem, para manter a clientela no cabresto. É. A prefeitura está dando uns verdadeiros dribles na justiça e não vai mesmo fazer o tal concurso. Como ninguém vai preso, tudo fica por isso mesmo. O povo e a justiça é que ficam desmoralizados. Até quando isto vai continuar? Com a palavra El prefeito. Mas onde é que ele mora mesmo? Dizem que é em Boa Viagem. Claro, longe dos morros e do povo de Caetés que ademais só faz reclamar. Õ povinho chato, não?
                                                                          

Nenhum comentário:

Postar um comentário