REFORMA POLITICA










Estão falando muito em reforma política. É bom que se fale mais, pois do jeito que está pode se consolidar de vez a plutocracia nacional. É preciso democraticamente aperfeiçoar as regras do jogo. Precisamos de uma reforma radical. Os políticos profi$$ionais obviamente só querem remendos, e na superfície. Mas o povo precisa de algo melhor. Uma reforma política teria que ser  no sentido de uma grande limpeza em todas as esferas dos poderes publicos, diminuição de mordomias para parlamentares  no poder executivo em todas os níveis de poder. A diminuição do número dos deputados federais e estaduais, e a adoção do voto distrital misto. Um deputado por distrito, e um proporcional. Com direito a mandato vitalício os ex presidentes da república, no senado. Fim da suplência e do vice. Voto facultativo. Fim dos vereadores e das respectivas câmaras, sendo que os conselhos tutelares, ou coisas do gênero tivessem um papel fiscalizador, com mandatos de um ano, escolhidos diretamente pela sociedade, e atrelados com o ministério publico. Claro, uma reforma dessas, só com grandes discussões aonde personalidades, e a imprensa tivessem uma participação grande. E que o povo acompanhasse e participasse dos temas debatidos. Porém vivemos num grande marasmo político. Com quase todos os agentes políticos querendo se aconchegar no poder. Sem o povo, farão o que querem. Alguém duvida?

LULA E A REFORMA POLÍTICA
Parece que Lula quer participar, quem sabe liderar a reforma política? Seria interessante que todos os ex presidentes tivessem um foro especial para debater a reforma. Mesmo que não seja a radical, minha modesta preferida, que se façam algumas mudanças. O que não se pode é ficar parado. Poderia passar, nesta reforma possível, o voto distrital, o fim do vice e dos suplentes, aperfeiçoando os processos de fidelidade partidária, dentre outras coisas. O voto em lista fechada, poderia possibilitar a inclusão na política de muitas personalidades da sociedade, enriquecendo os debates parlamentares. Eu por exemplo colocaria o velho Ferreira Gullar numa lista. Aqui em Pernambuco, que tal um Ariano Suassuna , ou mesmo Siba do Mestre Ambrósio? Apesar de achar Suassuna um horror politicamente falando, teríamos no congresso como representante das esquerdas este grande intelectual , poeta e escritor, ensinando cultura e boas maneiras no congresso ou no senado, elevando o nível das casas.

REFORMAS
Hoje o PT é o partido mais conservador do país. Tem medo das reformas, pois com elas, poderia perder o poder. Ademais, reformas nas esquerdas não existem. Seguem a cartilha liberal maquiada com os programas assistencialistas ampliados no atual governo. Como estão ganhando, não querem mudar. Com os paradigmas das esquerdas enferrujado, qualquer reforma rumo ao capitalismo livre concorrencial, no dizer de Gramsci, sofre reação destas forças bolorentas , que hoje mamam no estado, o grande empecilho para o real desenvolvimento das forças produtivas no dizer do velho Marx. A manutenção de velhas estruturas de poder só interessa aos conservadores. Mudanças mesmo só com o velho capitalismo, como diria o velho e incompreendido e pouco lido, sobretudo pelas esquerdas, o velho Marx. Que ficou embasbacado com a explosão capitalista de seu tempo, o agitado século XIX.   E ficaria mais ainda cm a “sabedoria” das nossas esquerdas, que são, na realidade as forças do atraso. Basta ver a China para vermos como andamos na contra mão da história.   E, como nos tempos coloniais, marcharemos para sermos exportadores de matérias-primas e importadores de produtos de valor tecnologicamente agregados. Aliás, as chamadas comodittes estão nos segurando. Ainda.

VOLTA AO BLOG
Passei uma semana fora. Muito trabalho e falta de tempo. Professor trabalha. Tenho vinte e uma cadernetas, com uma estúpida burocracia escolar. Por essas e outras estamos muito mal na educação. Os professores  ainda são os que carregam o barco quase sozinhos. Junto com os alunos são as principais vítimas do descalabro educacional do país, vítima de teorias e práticas equivocadas há décadas. Vou parar porque, sinceramente estou exausto, trabalhando como burro de carga. Não é . meus amigos professores?



Um comentário:

  1. Não entendo a idolatria que as pessoas ainda dedicam ao socialismo. Um sistema político nefasto e economicamente inviável...
    Penso que é a falta de leitura que conduz à tanta ignorância e atraso de pensamento.

    ResponderExcluir