Li na coluna de um amigo blogueiro, um artigo de uma nulidade que nunca ouvi falar, de que só os maiores reacionários do país, sobretudo os do democratas, ex PFL, é quem apoiavam a candidatura de Serra a presidente. Que os “progressistas” de todos os quadrantes apoiavam a candidatura Dilma. Por quê? Ora porque o presidente Lula é o maior, que fez o melhor governo da história desse país, desde que Cabral aportou em Pindorama lá pelos idos de 1500. É. Só que ninguém dos quadros petistas diz qual a reforma que Lula fez para melhorar o país. Nenhuma. Só conversa para boi dormir, lorotas e sobretudo mentiras. O melhor que ele fez foi não fazer nada. Deu continuidade ao plano de Fernando Henrique, e eis seu maior legado. No que se meteu,ou prometeu fazer, só fez piorar o déficit fiscal aumentando as despesas públicas. Hoje, o maior sonho dos jovens brasileiros é ser barnabé. Logo vão saber que não vai dar para todo mundo. O Brasil não pode deixar de lado as reformas. E mesmo sem as reformas, dá para fazer muito mais. Só é Serra ganhar, o que vai ser uma batalha dificílima, e podemos ter reformas, sobretudo com honestidade. Se não, a argentinização do país. Ou pior: A venezuelização.
Falam muito dos democratas, mas foram eles um dos atores coletivos principais no processo de transição política brasileira, via colégio eleitoral com Tancredo, odiado pelos petistas por ser de centro direita, na época considerado um moderado. Ademais,só se faz transição política com os moderados. Os radicais ficam de fora, mas depois se aproveitam do banquete democrático. Como diz Aécio Neves, o PT sempre esteve de fora das grandes questões nacionais, como a transição e a constituinte. Com a maior cara de pau, Dilma foi colocar flores no túmulo de Tancredo. Como boa bolchevique, faz tudo pelo partido, ou pelo projeto de poder. Para os velhos bolcheviques seria perfeitamente legítimo mentir, roubar, caluniar, desde que os nobres objetivos da revolução fossem devidamente mantidos. Por essas e outras, os mensaleiros calaram o bico. Ainda mais que são àqueles burgueses sem trabalho, cujas dentre suas principais funções está a de roubar o estado. Em nome do partido ou da revolução, decerto.
São estes os verdadeiros reacionários, aqueles que aceitam uma candidata laranja, e notadamente no mínimo inexperiente para o cargo e com fortes colorações bolchevistas, como grande parte da velha guarda “revolucionária” do PT, como José Dirceu,ou mesmo Genoíno, isto para não falar em Palocci, o ex-trotskista, que aliás também deve ter lido Moral e revolução de Trotski, que em tempos atrás quando era comunista, adorava. Aliás, alguém já disse que a candidatura Dilma é filha do mensalão. Como todos os outros possíveis candidatos foram engolidos pela corrupção, só restou a Lula inventar uma candidatura. Aí está, o monstrengo político e ideológico. Ademais, a esse respeito,publico também um artigo de José Arthur Gianotti, notótio esquerdista, sobre o assunto da bolchevização da nossa esquerda. Um primor de reacionarismo. Aonde essa gente é progressista? Aliás, o que significa ser direita, ou esquerda, hoje?

VOLTA AO PASSADO

Andaram dizendo que iam proibir a fala de Fernando Henrique no lançamento da candidatura Serra. Ao contrário, pois o ex presidente não só falou como foi lembrado por todos os oradores, afinal, só um imbecil, ou um sujeito mal intencionado por natureza, nega o legado de Fernando Henrique para alavancar o capitalismo nacional. Apesar de que, as reformas capitalistas ainda serão extremamente necessárias pois Dilma e sua turma tentam ressuscitar o estatismo, ainda mais do que temos. Está na hora de o Brasil deixar de sustentar através do estado, multidões de salafrários e vagabundos, cupins dos dinheiros nacionais, estaduais e municipais. Se Serra não é nenhum liberal, infelizmente diga-se de passagem, é um homem que vai tentar desemperrar o setor público, aonde tem muitos marajás ( alô Collor!) e vagabundos de todas as espécies, comendo o dinheiro do povo.

POBRE TANCREDO

Deve ter se revirado no túmulo o velho Tancredo quando a falsidade em pessoa o agraciou (ou pelo menos sua alma) com flores, em sua última morada. Se fosse com um parente meu, convocaria pelo menos um bom pai de santo, para tirar as urucubacas stalinistas, que são, acreditem , coisas do mal. Logo os petistas cripto-comunistas que odiavam o velho político mineiro, tanto é que além de não votarem nele no colégio eleitoral, expulsaram três deputados da legenda por discordarem da orientação do partido, Bete Mendes, José Eudes, e Ayrton Soares, se não me engano. Hoje, Lula e sua cambada de mentirosos, trocam beijos e abraços com Sarney, Collor, Jáder Barbalho e companhia, em nome, dizem, da governabilidade. E que governabilidade? O grande benefício de Lula ao Brasil, foi justamente não ter feito nada. Hoje, babam Tancredo no túmulo. Bom foi o discurso de Aécio Neves, que desmascarou mais esta farsa. Porém, como bons stalinistas, fazem tudo pelo partido. Ou pelo poder. Gente safada!

JARBAS

Se fosse Jarbas, não disputaria o governo do estado. Deixava as eleições com Raul Jungman, um dos melhores quadros da centro-esquerda estadual, o que quer que isso signifique. É preciso renovar. Ademais, Jarbas já fez muito pelo Estado, tirando-o do buraco que deixou a última e melancólica administração de Arraes. Que ficou refém deste pobre e decadente estado, sem ter condições de alçar vôos mais altos. Agora que o estado está bem melhor, as discussões também serão outras. Se for candidato, as eleições devem ser mais duras, todos sabem disso, embora a tendência é que o governador ganhe.Pelo menos até agora.


SINDICATO

O sintepe, sindicato dos professores do estado de Pernambuco engoliu calado as admoestações do PT que o controla, e não fomentou nenhuma greve. Já em São Paulo, onde o governador é do PSDB, fizeram uma zoada danada. Lá eles são contra a produtividade e a meritocracia. Aqui fizeram beicinho para o governo, mas quem controla o sindicato é o simpático e provável candidato ao senado pelo PT, Humberto Costa.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem