OS DOIS LADOS DA MOEDA : Prof.º WILKER MELO

Atualmente existe uma preocupação maior em relação à alimentação e consequentemente a qualidade de vida, os professores em suas explanações sempre estão falando sobre a importância dos nutrientes para o desenvolvimento corporal e mental do ser humano, principalmente dos jovens em atividades pedagógicas, é como se costuma dizer: você é o que você come. Porém, esse discurso está sendo apenas teórico, pois o que se fala na sala de aula está sendo desmanchado no momento que nossos alunos descem para o refeitório (cozinha) para realizarem seus dois lanches diários e almoço dois dias por semana.
A qualidade da alimentação, infelizmente, não é das melhores, o almoço que ano passado (2009) era preparado na escola hoje chega pronto à escola por volta das 7:30h, ou seja, no mínimo essa comida é preparada 6 horas antes de ser servida. O lanche é outro problema nutricional grave, na concepção de um leigo, pois resume-se a alimentos industrializados como biscoitos recheados (haja açúcar) e mini-pizzas (haja gordura). O suco, mesmo dito natural, é motivo de aposta entre alunos, para ver quem acerta qual o sabor, certa vez chegou-se a dizer que um determinado suco se tratava de “guaragoiaba”, mas não pensamos que seja uma nutritiva mistura de guaraná e goiaba e sim uma mistura de garapa e um cheirinho de alguma goiaba bem madura, quase estragada.
Mas algo não ficou explicado ainda, cadê a empresa responsável pela alimentação no ano passado, que possuía 100% de aprovação? Ficou encalhada nos processos licitatórios, nossa “boa” e “honesta” licitação pública. Uma possível arma de poder para se deixar claro as concorrências e o uso do dinheiro público em empresas terceirizadas voltou-se contra a população.
Não sabemos o critério utilizado em tal licitação pública, mas sabemos o seu resultado, de um lado da moeda o preço para o Governo do Estado deve ter diminuído, economizando valiosos centavos que serão revertidos em mais investimentos para a educação, assim esperamos, do outro lado da moeda a qualidade da alimentação tão discutida e provada cientificamente como preventiva para tantos males diminuiu. Resta apenas torcer para que sejam revistas algumas ações dessa empresa e para que nossos intestinos resistam.

Prof.º WILKER MELO

Nenhum comentário:

Postar um comentário