Quem tem medo de Lula? Rafael Brasil

 


Quem tem medo de Lula na eleição de 2022? Óbvio que o PT é forte porque tem a seu favor o grosso da classe dominante do país, para usar uma expressão tão usual na esquerda. Ou seja, em outras palavras o establichment está com  ele, que é todo aparato burocrático do estado, aí incluídos juízes das altas cortes, reitores e professores inclusive universitários, a nata do show business, a mídia tradicional e aliadas, e também a nata da chamada burguesia nacional sempre atrelada ao estado com suas transações mil. 

A candidatura de Lula causará um grande desgaste na esquerda e já está causando, porque dentre outras coisas, a esquerda queria lançar um candidato de uma frente ampla, incluindo alguuns supostos liberais visando atrair o eleitorado de centro, de certa forma mais ou menos inconformados com Bolsonaro e o chamado bolsonarismo. Com Lula no páreo essa gente estará fora, ou no mínimo atuará como coadjuvante.

Em suma, com a polarização, o eleitorado de centro vai pender para a direita pois a rejeição ao PT e  Lula tem limites intransponíveis. E Bolsonaro abriu brechas importantes no Nordeste antes um feudo petista é bom ressaltar.

Quando Lula foi eleito da primeira vez, ele teve que fazer uma carta aos brasileiros renegando seu radicalismo no passdado, ganhando assim amplos setores da classe média. E convenhamos , nem Lula nem o PT nunca ganharam no primeiro turno. Agora a roubalheita afugenta a classe média que não vai se enganar mais.

Com o dinheiro do Foro de São Paulo e os bilhões que podem ser devolvidos aos ladrões recuperados pela lava jato graças ao STF, um dos carros chefes das classes dominantes e da cleptocracia nacional, eles vão ter muito dinheiro. 

Mas tem um porém, aliás sempre tem um porém. O PT perdeu definitivamente a classe média não ligada ao estamnento burocrático do estado, e o proletariado, cujo meior defensor é Bolsonaro e a direita. Sem a classse média e sem hegemonia nas redes sociais, a derrota de Lula e do PT será certamente histórica.

Óbvio que muita água vai correr debaixo da ponte, mas no momento quem perde mesmo é gente da esquerda dita moderada, tipos como Ciro Gomes e os caciques do PSDB, dentre outros. Estes já estão em fase de choradeira.

Numa polarização de Lula e Bolsonaro, em que pese todo apoio das classes dominantes, vai dar Bolsonaro de lavada. Claro o adversário é forte e existe a possibilidade de fraude com   inauditáveis. Urge portanto o voto impresso, mas esta eleição , histórica, vai ser entre os patriotas e os arautos do abismo. O povo é quem vai dar o troco a essa gente, mais do que asquerosa. Mas é bom ressaltar que com o diabo não se brinca, vade retro satanás!

Nenhum comentário:

Postar um comentário