Povo nas ruas afugenta os comunistas - Rafael Brasil

 


É o povo nas ruas eue mete medo nos comunistas e apoiadores das mais variadas tendências, enfim todo establichment podre que se apoderou do Brasil ao longo de décadas  não quer largar o osso. Enfim, as classes dominantes que tomaram conta do estado patrimonialista e apodrecido, e associados, como membros do show buisiness, burguesia corrupta  e associados e claro, intelectualidade acadêmica, esta um dos sustentáculos ideológicos da cleptocracia reinante.

É difícil o povo viver eternamente mobilizado, ainda mais em tempos de pandemia, onde os governadores e prefeitos, quase todos oposicionistas, tentam a todo custo derrubar o presidente. Mas hoje o povo deu a resposta contra os tiranetes de plantão, que não são poucos, e mesmo diante de todas as adversidades, fez carretas enormes e manifestações nas maiores e médias cidades do país.

O presidente e a direita está com o proletariado, ou seja, o povão que quer trabalhar e vislumbrar um futuro promissor para o país, afinal a Venezuela é logo ali, bem como a Argentina. Afinal quem não conhece quase nada das catástrofes do comunismo no sangrento século XX, pelo menos aocmpanha o desastre destes pobres países vizinhos que nos são contemporâneos..

Afinal o que afugenta os comunistas é o povo, que eles odeiam. Se acham repositórios de um suposto futuro de justiça social, e o que fazem na prática é fomentar à opressão e o genocídio. São a vanguarda do atraso e do obscurantismo total. 

Porém para combater essa gente o caminho ainda é longo, afinal o diabo é resiliente. Que Deus e o povo salvem o Brasil, vade retro satanás! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário