Roubalheira nos Estados Unidos - Rafael Brasil

 




A eleição americana mais está parecendo uma eleição de república de bananeiras, como eram geralmente referidas republiquetas da América Central e congêneres como os países da América do Sul, sempre metidos em golpes e contragolpes de estado, e muitas eleições fraudulentas. Afinal como disse certa vez Stálin, o importante não era a eleição, mas quem contava os votos.

Desta vez usaram o coronavíurus para roubar. Centenas de milhares de votos foram fraudados nos correios, e milhares de defuntos “votaram”. Se for constatado as fraudes, imensas pelo que se vê, é cado de crime, portanto de cadeia. E cadeia pra muita gente inclusive o candidato democrata, o tal de Joe Biden, que se fosse candidato aqui no Brasil não ultrapassaria nem Levi Fidélix, ponto para nós.

Acontece que quem votou em Joe, votou contra Trump, enfim o ódio das chamadas classes falantes de lá, incluindo a mídia e o show business a Trump e seus apoiadores é mais do que evidente, é a turma de um “mundo melhor”, e o partido democrata foi realmente tomado de assalto pela esquerda mais radical. E o esquerdismo é pautado pela mentira, afinal a ética é do poder a todo custo.

Para o Brasil fica do jeito que está, apesar dos arroubos demagógicos de Biden em intervir na região amazônica, o que só faz deixar nossos milicos de barbas de molho, agora que o Brasil vinha retomando relações mais próximas com os Estados Unidos, aí pode haver uma posição ex ante. Afinal nossas relações com os Estados Undos foram muito fragilizadas por décadas de nacionalismo tosco, inclusive dos milicos quando no poder e esquerdismo mais do que militante.

Ademais nossos problemas que não são poucos, são de origem interna, como a pauta reformista liberal do governo que já era para anteontem. Se passar pelo menos metade, o presidente se reelege com a economia reagindo positivamente. Se não o imponderável, com a esquerda ou aliados de volta ao poder. Seria a mais fragorosa derrota do povo que está fazendo a revolução democrática e republicana. Mas vamos conferir, e o governo tem que trabalhar. No momento a prioridade é a presidência da câmara sem a qual as pautas não andam. Vamos torcer pelas reformas e pelo governo, claro. E também pela apuração dos crimes eleitorais nos States, afinal ainda temos esperança, mas afinal a derrota de Trump não é o fim do mundo. Está havendo uma grande renovação política no partido republicano, inclusive com a maciça participação da classe operária no partido e de uma forte militância. Disso falarei depois.

2 comentários:

  1. Kkkk


    Congratulation President JOE BIDEN

    quero ver AGORA esse retardado do Bolsonaro chamar o POVO americano de burros, assim como ele fez com o POVO argentino

    Sem um pingo de respeito

    Quero ver esse PATETA chamar o presidente JOE BIDEN de comunista

    O próximo vagabundo a ser deposto do cargo vai ser esse merda

    ResponderExcluir