Senado joga contra o país - Rafael Brasil

Senado derruba veto de Bolsonaro e permite aumento a servidores ...



O senado jogou contra o Brasil, mais um absurdo. Os funcionários públicos são uma digamos, classe privilegiada, e que consome 13,7% do PIB , exatos, 930 bilhões ou seja, quase um trilhão por ano. Isto é um pouco mais o que o governo pretende economizar em dez anos com a reforma da previdência.
Digo privilegiada porque os funcionários públicos são indemissíveis, em sua grande maioria, e o problema não são efetivamente os barnabés, mas os marajás, sobretudo do legislativo e judiciário. São privilégios que beiram o absurdo, com coisas como auxílio moradia para juízes, e salários astronômicos e mordomias mil para as mais diversas cortes do judiciário em níveis federal e estadual. Exemplos não faltam, afinal.
Com a derrubada do veto, o governo vai gastar entre 150 e 200 bilhões a mais ano que vem, afinal a medida do governo em tempos de crise congelaria os salários até 2021. Para se ter uma idéia do rombo, o governo gastou em auxílio emergencial, o dos 600 reais, cerca de 140 bilhões, e foi um ótimo programa que salvou muita gente da fome e da miséria.
E estamos numa recessão, afinal a queda do PIB foi de cerca de 6,5% do PIB, mas muitos urubus de plantão achavam que seria mais. Portanto é fundamental este veto, e que a câmara de deputados corrija este absurdo dos urubus do senado.
Ano que vem teremos uma reforma adminmistrativa, que busca racionalizar mais os gastos com funcionalismo, afinal temos a tradição de sermos a eterna nação dos barbnabés, e claro marajás.
O povo já está acompanhando tudo nas redes sociais, e pressionando o congresso para que tenha responsabilidade.
Não é possívem jogar contra o Brasil neste mommento tão difícil. Afinal se formos para uma depressão econômica todos perdem. E quem joga no quanto pior melhor não passa um irresponsável e pior: anti patriota. Que se lasquem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário