Pernambuco está em quarto lugar em mortes do COVID - Rafael Brasil





Lula se reúne com Renata, viúva de Eduardo Campos, em Pernambuco ...




Apesar de ser o sétimo estado em população, Pernambuco está em quarto lugar em mortes pelo COVID. Estados como Minas Gerais, com quase a metade da população de São Paulo e Rio Grande do Sul estão bem abaixo. Uma mostra do descalabro político e admnistrativo do estado que vem sendo dominado há cerca de duas décadas pala pior oligarquia da nossa história. Justamente o grupo da família Arraes, que se colocava como anti oliogárquica, e progressista, mas afinal, os piores ologarcas são os socialistas e comunistas. Hoje o estado é governado por uma oligarquia de defuntos, Arraes e Eduardo Campos, quer quer porqwue quer se manter no poder, claro a custa de muita safadeza e corrupção.
Aliás o Recife foi uma das capitais que mais se gastou com a crise da gripe chinesa, com o governador um madpíocre titanete, perseguido e oprimindo toda a população pobre do estado. Ademais é sempre enganando os pobres que os populistas de esquerda dominam o poder para se perpetuarem tanto quanto possível, claro.
O estado está sucateado e órfão de genuínas lideranças políticas, aliás num passado recente Pernambuco sempre foi um dos maiores celeiros de lideranças políticas com projeção nacional. Urge o estado quebrar esta triste hegemonia, que envergonha os pernambucanos como senadores medíocres como Humberto Costa, ou mesmo em fim de carreira, beirando a senilidade como Jarbas Vasconcelos, outra decepção do estado. Afinal foram eleitos na mesma chapa.
Na verdade a economia do estado foi alavancada pelo projeto de Suape, que foi sempre boicotada pelo ex governador Arraes, que chegou do exílio como um salvador da pátria, mas foi além de um parlamentar medíocre, um governadore pífio, sem projetos para o estado e que não botou um tostão em Suape, por pura inveja de Marco Maciel, e seguidores.
É isso aí, vamos esperar a eleição da capital, afinal o Recife sempre se caracterizou pela rebeldia. Porém mambros da família Arraes ainda ambicionam não largar o osso, com, a candidatura da neta de Arraes a tal de Mar´pilia e do próprio João Campos filho do finado Eduardo Campos, outro mestre da corrupção do estado, falecido misteriosamente quando candidato a eleição presidencial. Vamos torcer pela radical mudança na capital e depois no estado, afinal senão ficaremos no marasmo da falta de esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário