França libera aborto até os nove meses de gestação - Rafael Brasil

Aborto: projeto que facilitaria aborto passa com modificações na ...



Uma das pautas da esquerda sempre foi a legalização do aborto, um crime mais do que hediondo, porque é o assassinato de seres humanos indefesos. O aborto está nas pautas feministas, pois segundo as quais, são elas donas do corpo e tem direitos mais do que adquiridos para praticarem os assassinatos. É a velha conversa de meu corpo, minhas regras.
Geralmente quando me deparo com abosrtistas sempre faço a pergunta se o ente desumano queria ter sido abortado. Claro que estes entes mais do que desumanos sempre tergiversam, afinal para eles, eles que são especiais, deve ser.
Para os cristãos, a vida é uma dádiva divina, e é mesmo, ponto final. Até os suicidas antigamente são recebiam extrema unção, porque contrariaram este  precioso preceito, que é um mistério guardado por Deus, afinal, a endeusada ciência nunca desvendou os segredos da vida, assim como certamente os grandes mistérios da biosfera, só para ficarmos nestes exemplos.
Para Chesterton, um grande escritor católico, o suicida é a negação de tudo, enquanto o mártir dá a vida pela vida, morre conscientemente pelos outros.
Hoje na França o parlemento aprovou o aborto até os nove meses de gestação, fato que acontece em muitos países ditos desenvolvidos e em TODOS os países comunistas, onde a vida nunca valeu um derréis de mel coado, sobretudo de quem dissente. A votação pelo infanticídio legalizado foi de frios 60 votos a 37. A Igreja Católica Protestou, porém, parte do clero católico apoia partidos esquerdistas, aliás como aqui no Brasil, uma vergonha, pois bastaria ser abortista para qualquer partido receber a objeção completa de qualquer cristão.
Aqui no Brasil muitos querem o aborto, além dos partidos de esquerda, afinal quase todo estado está aparelhado pela esquerda. Por essas e outras fico espantado quando padres e bispos de passeata apoiam agerridamente estes partidos, e pior: Ajudaram decisivamente a criá-los como no caso do PT. Precisa dizer mais? Vade retro satanás!

Nenhum comentário:

Postar um comentário