O STF é caso de polícia - Rafael Brasil

STF o supremo refúgio dos corruptos? | Leia a notícia


Ontem foi preso ilegalmente o jornalista Oswaldo Eustáquio, mais um, num terrível atrentado à democracia, aliás é o que o STF está fazendo há anos. Agora quem é alvo de perseguições são os apoiadores de Bolsonaro, tiudos como anti democráticos. Ora essa, num país que permite partidos como o PC do B e quejandos, não pode nem falar em democracia. ou manifestações contra e, como bem sabemos, o STF não pode investigar acusar e defender ao mesmo tempo.
Na verdade o STF tornou-se numa espécie de statsi, a polícia política da antiga Alemanha Oriental, ou quem sabe uma gestapo em gestação, a polícia política nazista. Chame-os de quem você é, acuse-os do que você faz, esse é um dos lemas do leninismo, que aliás ainda faz sucesso nas nossas "belas" academias, sempre nos últimos lugares nos rankings internacioinais.
Por falar em STF, o ministro também comunista de carteirinha Edson Fachin, mais uma nulidade jurídica, e um cacareco ideológico, quer crimininalizar candidados de orientação religiosa. Isto é o começo da criminalização do cristiannismo, como bem salientou Olavo de Carvalho. Quer dizer que vão prender o processar candidatos que falam em Deus? Bem , mas a vontade dessa gente mais do que asquerosa é se não prender , mas afastar o presidente, acusado de nazista pelo tristemente já famoso juizinho de merda Celso de Mello.
Camem Lúcia, a tal de Carminha, que como seus pares do dito supremo, disse esta semana que o "desgoverno" Bolsonaro foi o responsável pelas mortes do vírus chinês. Ora essa, se foi justamente esta horrenda corte que cerceou todas as possíveis ações do governo federal na pandemia. É uma mentirosa e uma mulher sem caráter, simplesmente, aliás como a maioiria dos onze juizes da corte, colocada pela maior organização criminosa da história o PT e aliados.
Enfim o STF é de vomitar. Não é só o ministro Alexandre de Moraes, um homem além de despreparado, com ligações políticas e profissionais que remontam o PCC, uma das maiores organizações criminosas da nossa hoistória, como todos sabem.
A prisão não só de jornalistas, mas de simples manifestantes, é um atentado claro ao estado de direito em qualquer país democrático. E é sempre bom lembrar: O silêncio das chamadas classes falantes é sintomático e ensurdecedor. Uma das maiores vergonhas nacionais. Isto prova o grau de aparelhamento das nossas universdidades e da mídia à esquerda, e das mais fulêiras. É coimo disse certa vez a um colega esquerdista: Quando se perde a capacidade de se indignar, é a morte certa. Não adianta discurso iluminista para esconder a vegonha de não ter mais capacidade de se ruborizar. Vade retro satanás!

Nenhum comentário:

Postar um comentário