O juizinho de merda arregou - Rafael Brasil

Com mais 6 meses de STF, Celso de Mello tem Bolsonaro nas mãos ...

Depois da reação popular positiva à exibição do tal vídeo que iria abalar à república, o juizinho de merda, Celso de Mello, arregou. Disse que só fez encaminhar à PGR um pedido de partidecos de oposição para apreender o celular do presidente.
Parece que o juizinho que está para se aposentar, quer derrubar o presidente, tornando-se protagonista do desejo de muitos integrantes corruptos do judiciário, dos políticoa da opósição, e sobretudo os da esquerda. Quer entrar para a história este energúmeno, para dizer o mínimo, como, digamos o homem que defenestrou o "fascista" Bolsonaro. Quebrou a cara. Bem feito.
Na tal reunião, que Moro dizia ter indícios fortes de que o presidente estaria interferindo nas investigações da polícia federal, o que se viu foi um presidente sensibilizado com a opressão totalitária de governadores e prefeitos contra o povo humilde e trabalhador, algemando, humilhando e batendo em pessoas que simplesmente andavam nas ruas ou querendo trabalhar, e ao mesmo tempo soltaram mais de 30 mil bandidos. 
Foi a imagem de um presidente cobrando veementemente de seus assessores, sobretudo o então ministro da justiça Sérgio Moro, que abrisse pelo menos a boca em favor do povo oprimodo pelos tiranetes totalitários, na maioria de esquerda. Fala corroborada pela ministra Damares indignada pela violação dos direitos humanos contra esta turba de governadores, prefeitos, e pela mídia calada diante de tais barbaridades.
Hoje mesmo o corrupto senador, Fernando Bezerra Coelho, de Pernambuco, pediu a cabeça do ministro da educação Abrahan Weintraub por ter dito que no STF só tem bandido e que todos deveriam ser presos. Ora todos sabem disso, afinal, a voz do povo é a voz de Deus.
O pior é que estes supostos defensores de direitos humanos só defendem mesmo bandidos, afinal, fazem parte da turba. E que com a exibição desta reunião o presidente saiu mais forte, até os comunistas admitiram. Por falar nisso entraram com uma ação na justiça para censurar o vídeo, acusando de ser simplesmente propaganda eleitoral. Ridículo.
Agora só falta mesmo é o exército acionar o artigo 142 da constituição para acabar com essa farra, e que muitos destes juizinhos de merda paguem poelos seus crimes, que não são poucos. E , como Celso de Mello, se aposentem na cadeia, que é onde deveriam estar. Alguém duvida?

Nenhum comentário:

Postar um comentário