Militância de esquerda pode, de direita é fascismo. Cuma? - Rafael Brasil

Resultado de imagem para militancia esquerdista charges



Nestes tempos de inversão de valores, o primado de Gramsci está ainda em voga. O sujeito ser socialista sem saber. É a imbecilização coletiva total e irrestrita, como bem disse nosso Olavo de Carvalho. Até parece que ser de esquerda é um  primado categórico, ora essa. Vão se lascar. 
A mídia , as escolas e universidades esquerdistas, antros da esquerda radical, classifica quem for de direita, liberal ou conservadora, de extrema direita, ou pra esculhambar de fascista. Afinal, desde ontem ser de direita era PSDB, ou seja, a direita da esquerda. 
Já ser de esquerda além de normal é até lindo, apesar dos milhões de mortos causados pelo comunismo ao longo da história. Muitos idiotas da objetividade, principalmente os jovens, adoram andar com camisas estampadas dos maiores assassinos como Che Guevara e tutti quanti, além do condenado e presidiário Lula.
Um país que ainda é chique ser de esquerda, é a mais evidente prova do nosso subdesenvolvimento, se bem que o esquerdismo hoje é diferente, é a chamada política diversitária pregada por toda a esquerda ocidental. Mais uma vez macaqueamos o que tem de pior lá fora.
Recentemente, mais especialmente a partir das manifestações de 2013, a direita começa a ganhar às ruas. Com Bolsonaro na presidência começa a surgir, embora desorganizada e embrionariamente, uma militância de direita, aí não pode. Para a mídia, e sobretudo os políticos de esquerda e até do centrão, povo nas ruas é fascismo. Ora vão se lascar.
Estão chiando de todos os lados, dizendo defender nossas instituições democráticas. Ora essa o povo está indo às ruas justamente para que nossas instituições funcionem a favor do povo. Se não for para isso pra que estas merdas de instituições democráticas? Para servir às elites de sempre?
Na verdade desconfie de quem diz estar defendendo nossas instituições democráticas. Essa gente defende o status quo, simplesmente. 
Afinal, o congresso e o poder judiciário não podem ser contestados? São poderes eivados e auréolas sagradas? Ora que vão à merda. O problema é que perderam as massas que diziam e sempre dizem representar. Defendem as elites de sempre, para quem mo povo serve apenas de massa de manobra para legitimar essa farsa que é a nossa democracia. Que se lasquem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário