Governo dá resposta a crise - Rafael Brasil

Resultado de imagem para pronunciamento de bolsonaro sobre o coronavírus


Agora mesmo o presidente fez um pronunciamento mais do que responsável diante da crise do coronavírus. A epidemia é grave, e as consequências econômicas serão duras, aliás em todo planeta. 
O presidente fez uma autocrítica sobre as manifestações, lembrando que ele desaconselhou as mesmas e foi ao encontro com o povo que representa. E que alguns dos seus críticos estavam reunidos em local fechado na inauguração da seção brasileira da rede de comunicação CNN. E que os governos estaduais tem que cumprir seu papel evitando aglomerações de uma maneira geral.
Convocou o congresso nacional a participar desta necessidade de união nacional, aliás a respeito, Rodrigo Mais disse que o governo tardou em tomas as medidas, mas ele próprio estava na reunião fechada da CNN. Devia ficar calado, enfim, o povo não o suporta.
Na economia o governo vai ter que gastar mais, mas depende da decretação pelo congresso do estado de calamidade pública, o que deve acontecer neste momento.
O tempo é de cautela, e o povão deve estar unido, fazendo a sua parte. Evitando aglomerações, cuidando da higiene, e evitando mobilizações desnecessárias. É tempo de união nacional, e nada de politicagens. Vamos ver como vai se comportar a oposição, sobretudo os da esquerda, moderada e radical. Oxalá que tudo dê certo, e que Deus proteja a todos.

Um comentário:

  1. ESSE GOVERNO É IRRESPONSÁVEL ,ESSE MITO DE VOCÊS TEVE OPORTUNIDADE DE BRECAR O CARNAVAL ,MÁS NÃO TEVE PEITO DE ENFRENTAR AS REDES DE TELEVISÃO QUE TRANSMITIAM FLASHES E O PRÓPRIO CARNAVAL ,JÁ NA ÉPOCA DO CARNAVAL ESTAVA CHEIO DE TURISTAS DO MUNDO INTEIRO PULANDO CARNAVAL AQUINO PAÍS,TUDO CONTAMINADOS, AGORA ELES QUEREM PASSAR UMA DE BONS HOMENS, NA VERDADE TUDO DE BOM E RUIM NESSE GOVERNO É CULPA DO PRÓPRIO GOVERNO BOLSONARO ,E DEIXEM DE COLOCAR A CULPA NO PT E NA OPOSIÇÃO, ESSE GOVERNO JÁ PASSOU DA HORA DE TOMOR VERGONHA NA CARA E GOVERNAR O BRASIL PARA TODOS E PRINCIPALMENTE PARA OS MAIS POBRES.

    ResponderExcluir