Esquerda quer destruir o governo Bolsonaro - Rafael Brasil

Resultado de imagem para freixo psol rio de janeiro



Na comemoração da fundação do PT, a maior organização criminosa jamais existente no país, o deputado Marcelo Freixo do PSOL um partideco satélite do petismo, que se notabilizou por defender bandidos de todos os naipes, disse que o objetivo dele e de seu partido é destruir o governo Bolsonaro. Óbvio que mais um agente da bandidagem diga isso, mas esse é o sentimento de toda a esquerda, radical, como o PSOL e moderada como gente do PSDB e tutti quanti.
Aliás, este também é o sentimento dos integrantes do chamado centrão, que sempre se aproveitou do estado pra roubar, privatizando-o em prol da cleptocracia que sempre mandou no país. Só que o centrão até aprova  certas medidas econômicas liberais, desde que o âmago da estrutura corrupta e antidemocrática do estado se mantenha desde sempre. Em outras palavras, não querem destruir a galinha de ovos de ouro, que é o estado patrimonialista, desde que seja assegurado seu filão de roubalheiras e comando da máquina clientelística estatal.
Aliás, é da esquerda essa gente que ocupa o estado há décadas, começando desde a época dos milicos no poder. É a ocupação lenta e gradual, como bem ensina o gramscianismo reinante no país. Aliás em nenhum lugar do planeta as idéias de Antonio Gramsci foram tão efetivas, e vai levar décadas para desmontar esta bomba política e ideológica.
Porém o discurso da esquerda está em dissonância com a sociedade, que é majoritariamente conservadora. O povo não aguenta mais essa história de gaysismo, abortismo, ideologia de gênero, e vitimização da marginalidade. E para piorar para essa turba, na economia o país está no caminho certo, com a liberalização econômica, embora lenta, mas segura. E agora com o apoio da sociedade.
Com o passar do tempo, e se Bolsonaro se reeleger, o que é bem provável, essa turma da esquerda vai ficar confinada a no máximo dez por cento da população. E a guerra vai ser cultural, afinal o mundo está pendendo para o saudável conservadorismo. Vai ser muita luta pra fazer o petismo ao contrário, ou seja, retomar cátedras, mídia, igrejas e tudo o mais. E o Brasil, livre do comunismo, pode ser um país rico, próspero e seguro. Que Deus proteja o povo brasileiro dessa gente. Vade retro!

Um comentário:

  1. Muito bom mesmo este texto. Rafael Brasil, que o Brasil seja um lugar agradável e seguro, como diz nosso Presidente." Ta chato viver no Brasil"

    ResponderExcluir