Centrais sindicais pelegas contra o povo nas ruas, tudo a ver - FODAM-SE - Rafael Brasil

Resultado de imagem para peleguismo sindical


Como falei anteriormente, todo o establisment corrupto do estado está nervoso com às manifestações marcadas para o dia 15. Agora, as centrais sindicais, mistura de peleguismo e petismo, que perderam a boquinha do fascista imposto sindical implantada por Getúlio Vargas. Reclamam dizendo que que a convocação do povo para as ruas é uma manobra contra a democracia. Ora, quem já viu democracia sem  povo? 
A nossa estrutura sindical, com unicidade sindical, ou seja só um sindicato por categoria, atrelamento ao estado, etc. é uma invenção getulista baseada na carta del lavoro fascista de Mussolini. 
Vargas era fascista, como sabemos, e depois, no seu último mandato se aliaria aos comunistas e à esquerda em geral. 
Tanto é que o brizolismo, pretenso herdeiro do varguismo, hoje ainda orbita à esquerda, tendo como um dos seus mentores, o ex candidato à presidência Ciro Gomes. Eis a nota das centrais sindicais:
“Com esse ato, mais uma vez, o presidente ignora a responsabilidade do cargo que ocupa pelo voto e age, deliberadamente, de má-fé, apostando em um golpe contra democracia, a liberdade, a Constituição, a nação e as instituições”, diz o texto assinado pelos chefes de CUT, Força Sindical, UGT, CTB, NCST e CSB
Portanto, é sintomático que gente da laia de um Rodrigo Maia, Alcolumbre e o chamado centrão, aliados aos partidos de esquerda, as altas cortes do judiciário, se unam contra o povo. 
Se esta gente está contra o presidente e seu governo é mais um motivo para o povo lotar às ruas e pedir realmente uma verdadeira democracia. 
Aliás, o povo devia realmente fazer uma nova constituição, e completar consequentemente a revolução brasileira, de caráter verdadeiramente democrática e popular.
O mais importante é o povo não se desmobilizar, posto que são justamente estas elites que querem dar o golpe do parlamentarismo. Com a recusa dos vetos do presidente, já querem invadir às atribuições do poder executivo, e estão tramando abertamente o golpe parlamentarista. 
Gente como Fernando Henrique, Gilmar Mendes, e quase toda a mídia esquerdista já falam isso abertamente. E como a esquerda é mentirosa e inverte sempre à verdade, acusa a direita de ser golpista. 
Só que agora o povo está com a direita, e tem orgulho de ser de direita. Viva o Brasil, viva o povo brasileiro.


Um comentário: