ALGUMAS NOTINHAS SOBRE COMUNISMO - RAFAEL BRASIL


Resultado de imagem para GULAGS NO INICIO DO COMUNISMO"

Logo no início da chamada revolução comunista na Rússia, lá pelos idos de 1920, cerca de 15 mil socialistas canadenses, encantados com a propaganda internacional sobre as maravilhas do comunismo, foram pra então União Soviética participar da contrução da "maravilhosa sociedade socialista". Foram todos mandados para campos de concentração e evidentemente assassinados. Isso seu professorzinho comunista de história, não conta, por ignorância, ou mesmo safadeza. Aliás nem existe nos nossos livros didáticos que pintam Lênin, Trotsky, e companhia como democratas e grandes humanistas. Comunismo é pior do que fascismo. Hitler depois copiaria seus mestres, afinal no nacional socialismo existiam correntes revolucionárias adeptas do socialismo nacional, como o próprio Goebbels, que queria inclusive a estatização da economia, seguindo o modelo dos soviéticos.

COMUNISTA MATANDO COMUNISTA

Na guerra civil espanhola, os comunistas comandados por Stálin, torturavam e mataram milhares de militantes esquerdistas que destoavam da política do então comitern, a internacional comunista comandada desde Moscou. Anarquistas e social democratas foram barbaramente torturados e massacrados. Com a vitória de Franco muitos correram pra União Soviética em busca de proteção na então "pátria do socialismo". Lá foram presos, torturados e assassinados por Stálin. Os de melhor sorte foram mandados para os gullags, os terríveis campos de concentração soviéticos, muitos trabalhando como escravos até a morte. Isso seu professorzinho de história não conta, nem tem nos livros didáticos. No Brasil não se cobra a natureza do comunismo, muito pior do que o fascismo. Já o vitorioso Franco, que governaria ditatorialmente à Espanha até os anos 70 e que teve ajuda de Mussolini e do próprio Hitler, enganou Hitler que o odiou até o fim da guerra, livrando a Espanha do conflito mundial. Foi um ditador miserável, mas teve este mérito. Menos mal.

PACTO MACABRO

No pacto Hitler Stálin em 1939 os nazistas dividiram a Polônia com os comunistas, que assistiram de camarote a matança de cerca de 20 mil oficiais poloneses, antes da divisão do butim. Antes, fizeram uma farra no Kremlin, onde bêbados, os agentes da Gestapo, a polícia política nazista com membros da famigerada NKVD, soviética, a futura KGB, onde alegremente trocaram experiências em táticas de aprisionamento, torturas e assassinatos de opositores. Stálin muito satisfeito, entregou muitos comunistas alemães que pediram asilo à então União Soviética, que posava de defensora dos comunistas perseguidos pelo fascismo e similares. Quem matou mais comunistas foram os próprios. A URSS forneceria matérias primas aos nazistas para aumentar seu poderio bélico. Só que depois Hitler invadiria à URSS, causando um terror e matança monumental aos soviéticos na operação Barbarossa. Stálin, em que pese o alerta de muitos dos seus generais, acreditou em Hitler até a invasão, quando os nazistas mataram milhões de soviéticos. Antes, em 1938 Stálin fez um expurgo no exército matando mais de 80 mil soldados e oficiais, comprometendo a própria eficácia do então exército vermelho. Isso é história, pra quem quer estudar. O resto é conversa fofa de gente ignorante e de comunista safado querendo encobrir o sistema maléfico e assassino que foi o comunismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário