NA UFPE É PROIBIDO MOSTRAR AS MAZELAS DO COMUNISMO - RAFAEL BRASIL

Resultado de imagem para anisio brasileiro ufpe

Soube agora no face que proibiram o professor Rodrigo Jungmann de mostrar os horrores do stalinismo na Ucrânia no início da década de 30, antes da ascensão do nazismo, massacre conhecido pelo nome de Holomodor.
Stálin, acusou os camponeses de serem  pequenos burgueses, e que não estavam fornecendo os alimentos ao povo. Resultado: Confiscou os alimentos do povo, causando uma grande fome que matou entre três e sete e seis milhões de  segundo estimativas. O canibalismo foi recorrente, e chegavam a vender patê de fígado de crianças no mercado negro. Quem quiser pode ver os vídeos no you tube.
A universidade virou um antro de comunistas. Como é que pode um reitor, que inclusive é de Garanhuns, Anisio Brasileiro, proibir um evento desses? Se fosse coisa de esquerdistas, pode. Inúmeras universidades brasileiras fizeram eventos louvando a chamada revolução comunista da Rússia, até na UNICAP, universidade Católica, onde fiz o curso de história. Terminei o curso em 1983, e naquele tempo só existiam professores comunistas, inclusive os padres de passeata.
O professor tem que acionar a reitoria na justiça, por cerceamento de liberdade de expressão e o escambau. Este reitorzinho de merda tem que ser desmascarado. E demitido. Mas ainda estamos longe disso. Não passa de um merda, pau mandado dos esquerdistas. 
Aliás os comunistas é que sempre tentaram reescrever a história. Nunca passaram de um bando de filhos da puta totalitários. Que vão de lascar!

3 comentários:

  1. É trabalhoso e prazeroso desmascarar esses canalhas.

    ResponderExcluir
  2. Esse cara é comunista de ocasião, de modismo e obescamabau. A realidade é que é um grande calhorda.

    ResponderExcluir
  3. Ele é comunistas das antigas Cândido. O conheci lá pelos idos dos anos 70. Já pregava a divisão das oposições, rompendo a unidade das oposições. É isso aí amigão.

    ResponderExcluir