Defesa de Lula apresenta recibos com datas falsas e pode fortalecer acusação contra o petista - Marcelo Faria

Defesa de Lula apresenta recibos com datas falsas e pode fortalecer acusação contra o petista

   
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encaminhou nesta segunda-feira (25) ao juiz Sergio Moro a cópia do contrato de aluguel e 26 recibos para comprovar pagamento de aluguel do duplex vizinho ao de Lula na cidade de São Bernardo do Campo – SP.
De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Lula não pagou licitamente pela locação do imóvel, que teria sido comprado por Glaucos Costamarques – primo de José Carlos Bumlai, pecuarista amigo de Lula e condenado na Lava Jato – e quitado com dinheiro de propina da Odebrecht.
Os documentos apresentados pela defesa de Lula apresentam problemas: não possuem qualquer autenticação – o que torna impossível comprovar que foram realmente lavrados à época da suposta locação – e definem que os pagamentos foram feitos “em moeda corrente”, ou seja, em dinheiro vivo, o que dificulta a comprovação dos pagamentos. Além disso, dois dos recibos mencionam como vencimento do aluguel mensal datas falsas: 31 de junho de 2014 e 31 de novembro de 2015. Ambos os meses possuem apenas 30 dias.
A apresentação dos documentos pode complicar a defesa de Lula, reforçando a tese do MPF de que não houve pagamento lícito de aluguel pelo duplex, mas sim a compra ilícita do imóvel utilizando propina recebida por Lula da Odebrecht.
recibo-1
Recibos apresentados pela defesa de Lula possuem datas de vencimento do suposto aluguel que não existem
Recibos apresentados pela defesa de Lula possuem datas falsas de vencimento do suposto aluguel

Nenhum comentário:

Postar um comentário