FINALMENTE: Caiado declara que é pré-candidato à presidência em 2018

FINALMENTE: Caiado declara que é pré-candidato à presidência em 2018

O ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), conseguiu se eleger contra o PT, o PSDB e o PSB. Eleito, tirou o PT das posições de destaque nas Comissões Permanentes e Especiais da Casa, além de ter se vingado do PSDB ao pautar o Plenário com temas polêmicos que colocavam os tucanos ao lado dos petistas em agendas ‘progressistas’.
Qual foi o segredo do deputado carioca, desconhecido nacionalmente, que conseguiu peitar as maiores forças políticas do país?
Uma das razões foi a bancada BBB: a bancada da bala, do boi e da Bíblia (Frentes Parlamentares da Segurança Pública, do Agronegócio e da Família) que juntas somam 373 deputados espalhados em todos os partidos e que muitas vezes sofrem constrangimentos da própria militância partidária (como foi o caso do deputado, delegado e pastor João Campos, presidente da bancada pró-família que saiu do PSDB e se filiou no PRB). Unida, a bancada BBB foi a força de Eduardo Cunha.
Hoje, os tucanos e analistas simpáticos ao partido repetem o mantra de que “não podemos atacar a oposição, pois, em 2018, só teremos chance se marchamos juntos contra o lulopetismo”. É evidente que essa mentalidade só interessa ao PSDB, que vê seus aliados – como o DEM –  constrangidos em atacar e denunciar escândalos tucanos.
Mas pesquisas do próprio PSDB indicam que no momento em que surgir um candidato viável de direita, os tucanos  têm tudo para não irem ao segundo turno. Os votos que polarizam com o petismo irão para o candidato de direita.
Ronaldo Caiado, médico cirurgião e senador
Ronaldo Caiado, médico cirurgião e senador
Não é fácil construir essa candidatura. O deputado e capitão do exército, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), foi transformado em réu mesmo sendo ‘inviolável, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos’. Com o DEM o jogo será mais sutil, o médico e senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) depende que o diretório nacional de seu partido e sua convenção nacional o lancem como pré-candidato e posteriormente ratifiquem a candidatura. Acontece que existem três pré-candidatos tucanos para abordar os caciques do DEMOCRATAS (prefeitos, deputados, senadores, etc.) e por interesses regionais prometerem arrecadação conjunta de recursos. Hoje, portanto, é muito mais provável que os caciques do DEM votem contra a candidatura própria para se manterem ao lado do PSDB.
Mesmo assim, Ronaldo Caiado – que é senador e não perde o mandato caso dispute a presidência – e seu grupo político dentro do DEM já começaram as articulações, sendo que o parlamentar se colocou abertamente como pré-candidato. De acordo com O Globo:
“A candidatura própria é defendida pelo líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (DEM-GO), um dos nomes possíveis na disputa. Nos bastidores, comenta-se que o prefeito de Salvador, ACM Neto, também pode surgir no páreo.
—Temos vários nomes, e eu também me coloco por achar que o partido não pode ser omisso na eleição de 2018 — destaca Ronaldo Caiado.”
A direita unida já mostrou que tem força para desbancar o PT, o PSB e o PSDB. Nós, eleitores de direita, precisamos convencer as forças políticas do país de que não aguentamos mais os candidatos tucanos.
Ajude a criar uma onda nos parlamentares e políticos de direita por uma candidatura própria em 2018 (Bolsonaro ou Caiado). Mande emails e cobre nas redes sociais!
Nós conseguimos criar a onda pró-impeachment, apesar da resistência da classe política, e vencemos. Vamos trabalhar por uma candidatura de direita!
Presidente da Bancada da Bala: a Frente Parlamentar da Segurança Pública:

Nenhum comentário:

Postar um comentário