Enquanto o STF solta bandido FHC conspira com Maia - Rafael BRasil

Lula, FHC, Ciro, Dino e Maia vão dividir palanque virtual do Dia ...



Enquanto o STF como de costume solta bandido, FHC o bruxo véio, troca figurinhas com Rodrigo Maia, o moleque de recados e operador da cleptocracia reinante, e até agora resiliente e indestrutível.
FHC quis usar a crise da gripe chinesa para enfraquecer o governo através de uma estupensa crise econômica e por tabela social. Conspirou para tirar os poderes do presidente e instaurar o parlamentarismo branco, com pasmem, Maia no comando, mas claro, FHC sabe da rejeição a Maia, e usa-o, assim como o restante da esquerda para operar o conspiracionismo.
A tese do parlamentarismo branco se daria pela derrubada do presidente via congresso, com a auto demossão de Moro e a pretensa demissão de Paulo Guedes, o que não ocorreu, porque dentre outras coisas o ministro da economia é liberal e crítico da política social democrata que estagnou o país, e que tem justamente FHC e signatários como um de seus porincipais expoentes.
Como não deu certo o golpe do parlamentarismo branco, agora anulado pelos acordos do presidente com setores do congresso chamados de centrão, estão tentando um golpe via STF, porém pela desmoralização do mesmo com o inquérito anticonstitucional e portanto fajuto na origem, o das fake news, tentam garantir a hegemonia no STF com a PEC do fraldão impossibilitando o presidente de nomear ministros, e censurar as redes sociais, sem as quais o presidente não seria eleito, nem tampouco o povo poderia se mobilizar sem a anuência dos "editores" das redes, como insinuou Toffoli.
Em síntese, uma reunião de Maia mcom FIH não pode sair coisa boa. Maia é um mero testa de ferro do establichment corrupto que tenta impedir não só a reeleição de Bolsonaro, mas barrar suas reformas liberais que o tornará imbatível. Aliás o presidente saiu da crise muito mais popular, para desespero dessa gente. Mas com bruxo conspirador não se brinca, tampouco com comunistas. E Maia que quer ser reconduzido à presidência da câmara, certamente não se reelegerá nem para a câmara nem deputado na próxima eleição. Como testa de ferro da esquerda e da cleptocracia a ela aliada, vai pra lata de lixo da política, afinal em terra de Murici, cada um por si. Afinal não é a esquerda que vai salvá-lo,  luta pela própria sobrevivência, e quem já viu esquerdista salvar alguém? Que se phodam!

Kajuru chama Gilmar Mendes de bandido, alguma novidade? - Rafael Brasil

Doria se reúne com Gilmar Mendes em São Paulo | Metro Jornal



O senador de Goiás o popular Kajuru, acusou Gilmar Mandes de vender sentenças, ou seja, de ladrão. Desta vez no caso do ex secretário do governador João Dória, um tal de Alexandre Baldy, preso por corrupção e lavagem de dinheiro, e amigo do ex governador Alexandre Perillo, também de Goiás, também envolvido em escabrosos casos de corrupção. É uma bandidagem de lascar, bandido soltando bandido, o que mais falta para a desmoralização do STF?
Segundo o senador, a soltura de mais um bandido foi feita a pedidos do próprio João Dória e Marconi Perillo, pelo telefone. Esta mesma corte que prende blogueiros, jornalistas, e até parlamentares, em inquéritos mais do que fajutos, e constrange sempre que pode o presidente da república interferindo diuturnamente em outros poderes. E que alguns dias atrás negou um habeas corpus a um cidadão que roubou dois xampús no valor de dez reais.
Esta semana o mesmo ministro, liberou o ex governador da Paraíba, um corrupto que surrupiou quase 200 milhões da saúde, o tal de Ricardo Coutinho do PSB. Um ladrão sempre apoiado pelo PT e associados, mas como faz parte da cleptocracia, é tratado a pão de ló, como se diz no ditado popular.
Realmente não existem mais palavras para descrever a quantidadee de crimes meis do que hediondos perpetrados pela suprema corte, a pior da nossa história e completamente desmoralizada. Por essas e outras a cleptocracia nacional quer mudar a lei para o presidente não nomear ninguém seria uma nova PEC, já apelidada do fraldão.
Como o juizinho de merda Celso de Mello vai sair em dezembro, querem porque querem manter a mesma turma em proteção à bandidagem, esticando a idade de aposentadoria para 80 anos, hoje é de 75. Enfim nessa corte tem de quase tudo, menos juiz. E é o principal fator de desestabilização democrática na nação, até as pedras sabem afinal. Enfim, todos os dias ações dessa gente contra os interesses da nação.
É a pior ditadura da nossa história, e com a devida cumplicidade da mídia e das nossas chamadas classes pensantes, uma gente sem vergonha na cara, quem duvida?

França libera aborto até os nove meses de gestação - Rafael Brasil

Aborto: projeto que facilitaria aborto passa com modificações na ...



Uma das pautas da esquerda sempre foi a legalização do aborto, um crime mais do que hediondo, porque é o assassinato de seres humanos indefesos. O aborto está nas pautas feministas, pois segundo as quais, são elas donas do corpo e tem direitos mais do que adquiridos para praticarem os assassinatos. É a velha conversa de meu corpo, minhas regras.
Geralmente quando me deparo com abosrtistas sempre faço a pergunta se o ente desumano queria ter sido abortado. Claro que estes entes mais do que desumanos sempre tergiversam, afinal para eles, eles que são especiais, deve ser.
Para os cristãos, a vida é uma dádiva divina, e é mesmo, ponto final. Até os suicidas antigamente são recebiam extrema unção, porque contrariaram este  precioso preceito, que é um mistério guardado por Deus, afinal, a endeusada ciência nunca desvendou os segredos da vida, assim como certamente os grandes mistérios da biosfera, só para ficarmos nestes exemplos.
Para Chesterton, um grande escritor católico, o suicida é a negação de tudo, enquanto o mártir dá a vida pela vida, morre conscientemente pelos outros.
Hoje na França o parlemento aprovou o aborto até os nove meses de gestação, fato que acontece em muitos países ditos desenvolvidos e em TODOS os países comunistas, onde a vida nunca valeu um derréis de mel coado, sobretudo de quem dissente. A votação pelo infanticídio legalizado foi de frios 60 votos a 37. A Igreja Católica Protestou, porém, parte do clero católico apoia partidos esquerdistas, aliás como aqui no Brasil, uma vergonha, pois bastaria ser abortista para qualquer partido receber a objeção completa de qualquer cristão.
Aqui no Brasil muitos querem o aborto, além dos partidos de esquerda, afinal quase todo estado está aparelhado pela esquerda. Por essas e outras fico espantado quando padres e bispos de passeata apoiam agerridamente estes partidos, e pior: Ajudaram decisivamente a criá-los como no caso do PT. Precisa dizer mais? Vade retro satanás!

O problema não é a China, mas o comunismo chinês - Rafael Brasil

Amnistia Internacional: Pena de morte está a diminuir ...
     Execuções na China são corriqueiras e os orgãos das vítimas comercializados pelo partido.


A China tem cerca de 5 mil anos de história, de uma riqueza cultural sem par. Até meados do século XIX era um país extremamente fechado, e com uma tradição política despótica, como ademais em quase todo panorama oriental. Afinal a democracia é de tradição ocidental, primeiro grega, depois iluminista no transcorrer do final do século XIII ao século XIX, que passou da revolução francesa ao período napoleônico, e gerou idéias socialistas, positivistas e marxistas, dentre outras.
No século XIX mais especialmente na segunda metade, o imperialismo europeu, digamos, arrombou as portas da China em grandes projetos e ações de dominação européia, mas também japonesa, isso já no sangrento século XX. Guerras, revoluções, desagregação do império, quase de tudo aconteceu na China até a eclosão da revolução comunista liderada pelo maior tirano da história Mao Tsé Tung.
Durante o reinado maoísta, apesar de alguns avanços na reforma agrária, mesmo violenta, no início dos anos 50, veio a ambição de tornar a China uma grande potência com a política de industrialização forçada como a do grande salto adiante, a partir de 1958, e de coletivização radical da sociedade. A desestruturação econômica levou a grande fome que matou cerca de 35 milhões de pessoas em apenas um ano. Cenas de canibalismo se tornariam comuns, e diante de quaisquer deslizes considerados pelo partudo comunista, milhões foram condenados aos campos de reeducação, na verdade campos da morte.
Com o fracasso retumbante do chamado grande salto adiante, Mao recuou, apesar de milhões de expurgados pelo partido, e lançou uma política de liberalismo, totalmante falso, permitindo a autocrítica de milhões de pessoas ao partido. Paradoxalmente e de uma forma canalha, os críticos foram depois perseguidos e devidamente assassinados, dando lugar a chamada e macabra revolução cultural, onde toda a tradição cultural milenar devia ser expurgada da sociedade através do partido que queria redirecionar a história e a cultura à estaca zero, sob novos preceitos socialistas.
Milhões de jovens foram instados a combater o então chamado reacionarismo das velhas classes, e professores ou pessoas letradas foram humilhadas e torturadas publicamente sob os auspícios do então já famoso livrinho vermelho de Mao.
Destruíram a educação chamada de burguesa e anti revolucionária, e milhões de intelectuais foram mandados para o campo sob o pretexto de reeducação, na verdade campos da morte. Quase extinguiram por completo a educação, mas a fome a a anarquia generalizadas pela juventude maoísta foi desastrosa trazendo mais fome , miséria, e repressão política. Depois estes jovens revolucionários foram também expurgados, ou seja devidamente assassinados.
Com a morte de Mao em 1976, o grupo liderado por Deng Chiao Ping, um sobrevivente do maoísmo dentro do partido, expurgou a viúva de Mao, Chiang King, e começou a abertura do país, e a introdução do capitalismo de estado, sob a coordenação do então economistra ultra liberal Milton Fredmann, dentre outros da famosa escola de Chicago.
Tudo isso mantendo o culto à personalidade de Mao, e do partido comunista, contrariando alguns preceitos liberais de que a liberalização econômica traria a liberalização política. Houve sim uma certa liberalização política, mas mantida de uma forma ainda mais opressiva a ditadura ferrenha do partido. Em poucas palavras a economia chinesa passou a ter características meramente fascistas, com a introdução de empresas privadas e abertura econômica, mas com a supervisão ferrenha do partido.
De lá pra cá a economia deu saltos excepcionais, dado que a tradição manufatureira da China é milenar, casada, podemos dizer assim com uma mão de obra baratíssima, e com o estrito controle do partido, proibida de se sindicalizar ou ter qusiquer meios de reinvindicação.
Atualmente o partido comunista chinês tem planos imperialistas mais do que claros, e de uma agressividade sem par. A expansão chinesa é aterrorizante, sobretudo se contarmos com o fato de que a modernização ecnômica atingiu cerca de 400 milhões de pesssoas num universo de um bilhão e dizentos milhões. Ou seja. ainda faltam entrar no sistema cerca de 800 milhões de pessoas, que ainda vivem em níveis feudais.
Com a crise da pandemia chinesa o mundo despertou para o perigo do imperialismo amarelo, com pretensões hegemônicas que faria inveja a facínoras como Hitler, por exemplo.
Enfim o perigo não é a China em si, mas o partico comunista chinês que quer exportar o seu modelo político totalitário pelo mundo afora. Em poucas palavras todo cuidado é pouco com o totalitarismo comunista chinês. Fazer alianças com a China significa  a longo prazo escravidão, e a destruição da democracia que é um dos prinjcipais valores ocidentais. Afinal, é muito melhor uma democracia com seus defeitos e problemas do que ditaduras, ainda mais regimes totalitários. Alguém duvida?

Rodrigo Maia impede o fim do foro privilegiado - Rafael Brasil

Rodrigo Maia mantém engavetado fim do foro privilegiado há 3 anos ...




O tal do foro privilegiado é uma vergonha nacional, afinal coloca cidadãos em situações desiguais, quem tem o foro é de primeira, são os privilegiados da justiça, quem não tem, a grande maioria do povo, claro fica de fora. O tal do foro dá direito a bandidos da cleptocracia política só serem julgados pelos tribunais superiores. No reino da impunidade da política, cerca de 54 mil pessos tem o foro. São geralmente magistrados e políticos, claro.
Na câmara de deputados, exatos 107 parlamenteres dentre 513 tem problemas com a justiça. No senado e 81 senadores, 27 são alvos de inquéritos, mas se Rodrigo Maia que tem problemas na justiça não fosse o bandido que é, a medida passaria, acabando com estes privilégios. Afinal a matéria, oriunda de um projeto do senador Álvaro Dias passou pelo senado, e por uma comissão especial da câmara. E claro, qual o deputado, geralmente a mercê das redes sociais, iria votar contra, já que os envolvidos não são a maioria? Se Maia pautasse a medida passaria, segundo o senador Álvaro Dias, mas Botafogo está sentado em cima do projeto, que tal qual a questão da prisão em segunda instância, tudo fica como está.
Nem precisa dizer que Rodrigo Maia é um bandido, e tal qual o STF age de acordo com os interesses da bandidagem nacional. Afinal em três décadas o STF só condenou 16 políticos por corrupção. E gente como Gilmar mendes um dos maiores bandidos de toga, solta bandido todos os dias e até nas caladas da noite, coisa de bandido mesmo.
A população tem que pressionar o congresso afinal. O impeachment de bandidos do supremo só pode ser feito através do senado, aí é que etá o problema. Não adianta pressionar só o STF, afinal, TODOS os itegrantes da corte não tem vergonha na cara mesmo, afinal, quem já viu bandido ter vergonha na cara?
Na verdade ainda estamos longe de abrir caminhos para o efetivo combate à corrupção, mas como sabemos, tudo é um processo, e a cleptocracia resiste, e tem muito poder.
Porém a luta é permanente, e a participação popular é fundamentel, afinal, nossas elites intelectuais e midiáticas estão do lado da bandidagem, uma vergonha. Estão definitivamente na lata de lixo da história, afinal sempre cabe mais gente neste penicão.